WeWork estima contribuição de R$ 1,2 bilhão ao PIB de São Paulo

No primeiro Relatório Global de Impacto Econômico, imobiliária tecnológica avaliou impacto na economia global e em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro

A WeWork, empresa de coworkings tecnológicos avaliada em 47 bilhões de dólares, contribuiu com 1,2 bilhão de dólares ao Produto Interno Bruto (PIB) da cidade de São Paulo. É o que diz o Relatório Global de Impacto Econômico. Criado pela própria WeWork em parceria com a HR&A Advisors, empresa americana de consultorias de real estate e desenvolvimento econômico, o documento estima o impacto da comunidade global da empresa na economia mundial a partir de “depoimentos de milhares de membros.”

Globalmente, a WeWork afirma ter contribuído direta ou indiretamente com 122,3 bilhões de dólares para o PIB, gerando 680 mil empregos — cada membro da empresa gera 0,7 emprego. Se esses indicadores representassem uma cidade, a WeWork equivaleria a Austin (Estados Unidos), Dublin (Irlanda) ou Vancouver (Canadá).

Segundo Lucas Mendes, diretor geral da WeWork no Brasil, os dados “são uma evidência concreta de que o local de trabalho pode promover colaboração e inovação e, com isso, impactar negócios e gerar desenvolvimento econômico.”

Criada em 2010, a WeWork possui mais de 400 mil membros em seus mais de 425 prédios, espalhados por 100 cidades de 27 países. A imobiliária tecnológica atende empreendedores (um a quatro empregados, 16% dos clientes WeWork); empresas em crescimento (cinco a 500 empregados, 43%) até grandes companhias (mais de 500 empregados, 41%), incluindo mais de um terço da Global Fortune 500, lista das maiores corporações do mundo. A WeWork afirma que seus clientes poupam em média 35% dos custos com aluguel anualmente, com escritórios 2,5 vezes mais eficientes em termos espaciais.

São Paulo e Rio de Janeiro

Presente no Brasil desde julho de 2017, a WeWork tem 16 mil membros em 19 espaços físicos divididos entre São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Em São Paulo, a “economia WeWork” estima contribuir diretamente com 988 milhões de reais e indiretamente com 213 milhões de reais ao PIB na cidade, totalizando 1,2 bilhão de reais. Cada membro WeWork gera mais 0,2 emprego para a cidade. Cerca de 13 mil trabalhos estão ligados à imobiliária tecnológica — 10,8 mil membros da WeWork e outros 1,7 mil empregos atribuídos ao fator multiplicador. Cerca de 74% dos membros da imobiliária tecnológica em São Paulo não trabalhavam no bairro onde está seu atual escritório da WeWork, o que a companhia traduz em mais atividades e gastos em lojas e restaurantes locais.

Situação similar ocorre no Rio de Janeiro. A “economia WeWork” contribuiu diretamente com 270,3 milhões de reais e indiretamente com 26,1 milhões de reais para o PIB da cidade, totalizando 296,4 milhões de reais. Cerca de 55% dos membros da imobiliária tecnológica em São Paulo passaram a trabalhar no bairro onde têm sua posição de trabalho na WeWork.