Setor cervejeiro dá passos confiantes no primeiro trimestre

O banco Credit Suisse estima que o volume de vendas de cervejas da Ambev, dona de dois terços do mercado, tenha crescido pelo menos 7%

Após quatro anos de más notícias, o setor de cerveja parece dar sinais de retomada no Brasil.

O banco Credit Suisse estima que o volume de vendas de cervejas da Ambev, dona de dois terços do mercado, tenha crescido pelo menos 7% no primeiro trimestre. O banco Goldman Sachs estima um aumento de 5%. Seria uma reversão em relação ao último trimestre de 2018, quando o volume de cerveja vendido caiu 2%.

A base de comparação, segundo Goldman, é baixa: o volume ainda seria 3,5% inferior ao do início de 2017. Mas pode representar a volta da confiança do consumidor, assim como o bom resultado de novidades como a Skol Puro Malte. As ações da Ambev caíram 25% nos últimos 12 meses. Em 2019, estão em alta de 10%. A Ambev não comenta o assunto.