Quem paga as leniências das empreiteiras envolvidas na Lava Jato?

As negociações de acordos de leniência entre empreiteiras e órgãos federais correm o risco de entrar no campo do faz de conta

As negociações de acordos de leniência entre empreiteiras e órgãos federais correm o risco de entrar no campo do faz de conta, segundo os advogados das companhias. Interessadas em fechar logo seus acordos, as empresas tendem a aceitar multas altas para voltar a fazer obras públicas — mesmo sem garantias de que conseguirão pagar.

A UTC, que fechou seu acordo de leniência antes de pedir recuperação judicial no ano passado, deu neste mês um calote na multa de 139 milhões de reais combinada com o Cade, conselho de defesa econômica. Procurada, a UTC informou que está sem acesso a recebíveis e que honrará os compromissos assim que possível.

A Odebrecht negocia um acordo com a Controladoria-Geral da União e tenta que o valor não ultrapasse os 3,8 bilhões de reais fixados com o Ministério Público. Executivos dizem que até esse valor dá para pagar.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s