Plataforma de US$ 300 milhões está enferrujando no Paraná

Os administradores até tentaram vendê-la, mas a única proposta que receberam foi de um grupo que queria transformar a plataforma em um motel flutuante

Uma plataforma encomendada pela empresa de estaleiros OSX está encalhada até hoje na zona portuária do Paraná. Em 2011, a empresa criada por Eike Batista encomendou duas plataformas à construtora Techint e cancelou um dos contratos em 2013, quando descobriu que a petroleira OGX não teria o que fazer com os equipamentos.

A outra plataforma já estava quase pronta, após investimentos de 300 milhões de dólares — os administradores até tentaram vendê-la, mas a única proposta que receberam foi de um grupo que queria transformar a plataforma em um motel flutuante. A estrutura ficou no canteiro da Techint no Pontal do Paraná.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s