Pela igualdade no futebol

Reclamação do Fortaleza sobre bônus pago pela Turner a outras equipes de futebol pode colocar em risco fusão da AT&T com a Time Warner

A reclamação do Fortaleza Esporte Clube contra a Turner, do conglomerado de mídia AT&T, no Conselho Administrativo de Defesa Econômica pode colocar em risco a fusão com a Time Warner.

O Fortaleza e seu advogado, Eduardo Carlezzo, dizem que a Turner, ao pagar 30 milhões de reais a mais de bônus a outros times de mesmo nível que lhe venderam direitos de transmissão do Brasileirão em seu canal TNT (sete no total), descumpre a promessa feita ao regulador em 2017 de não adotar “conduta discriminatória”.

O compromisso foi essencial para que o Cade autorizasse a fusão da AT&T com a Warner. Ainda falta a aprovação da Agência Nacional de Telecomunicações.