Guedes quer livrar investidor de pagar dívida das empresas

Futuro Ministério da Economia vai se esforçar para eliminar entendimento que estende às pessoas físicas as responsabilidades legais pelas companhias

O futuro Ministério da Economia sob o comando de Paulo Guedes definiu como uma de suas prioridades incentivar o empreendedorismo. Para isso, vai centrar esforços em eliminar um entendimento legal que estende às pessoas físicas as responsabilidades legais pelas companhias. É a desconsideração da personalidade jurídica, um tema controverso no Judiciário e que pode fazer, por exemplo, que um investidor tenha de cobrir uma dívida com seu patrimônio.

Segundo técnicos da futura Secretaria de Produtividade e Emprego, a insegurança jurídica é um entrave ao empreendedorismo, já que limita a tomada de risco nos negócios. Com essa e outras medidas, como facilitar a abertura e o fechamento de empresas, o país pode crescer até 5% ao ano, calcula um futuro integrante da pasta. “Há muito mato alto a ser cortado”, diz.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.