Lava-Jato muda perfil de fusões e aquisições no Brasil

O valor médio por negócio fechado em 2017 foi de US$ 102 milhões de dólares — bem superior à média histórica

A crise e a Operação Lava-Jato mudaram o perfil das fusões e aquisições que acontecem no Brasil. O valor médio por negócio fechado em 2017 foi de 102 milhões de dólares — bem superior à média histórica, que oscila entre 30 milhões e 40 milhões de dólares, segundo um levantamento feito pela empresa americana de assessoria financeira Duff & Phelps.

“Empresas grandes foram vendidas em razão de fatores pontuais, como a Lava-Jato ou alguma reestruturação financeira. Em 2018, os valores devem voltar à média histórica”, diz Alexandre Pierantoni, diretor da Duff & Phelps no Brasil.

Entre os grandes negócios que foram fechados em 2017 estão a compra da empresa de energia CPFL pelos chineses da State Grid e de uma participação na fabricante de celulose Eldorado pelos asiáticos da Paper Excellence.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s