Fornecedora do Exército dos EUA pretende abrir fábrica de armas no Brasil

Com a eleição de Bolsonaro, representantes da fabricante de armas Sig Sauer reuniram-se com a Secretaria Nacional de Segurança Pública para tratar do tema

A fabricante americana de armas Sig Sauer, fornecedora do Exército dos Estados Unidos, pretende abrir uma fábrica no Brasil até 2020, com investimento de 54 milhões de dólares. A implementação depende de uma eventual abertura do mercado brasileiro, hoje fechado para estrangeiros.

Com a eleição de Jair Bolsonaro, favorável à abertura, representantes da companhia reuniram-se com a Secretaria Nacional de Segurança Pública para tratar do tema. A empresa ainda estuda qual o estado mais indicado para a instalação da fábrica. Os candidatos são Rio de Janeiro, São Paulo, Ceará, Goiás e Pernambuco.

A Sig Sauer vendeu 21.000 pistolas no Brasil desde o final de 2017. A companhia também tem a intenção de instalar, em 2019, dois centros de treinamento no país, com investimento de 2 milhões de dólares em cada um.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. What that means by “content could be the king”?
    Remember though, obtained to post good content to get this
    to work! Try always be different and different with your marketing.
    Page rank becomes the obsession of many marketers.

  2. Marcelo Nunes Costa

    Mais empregos