A Odebrecht entre o risco e o risco

Investidores estão preocupados com as perspectivas para a construtora com a probabilidade de um governo Bolsonaro

Os investidores nos títulos de dívida da Odebrecht estão preocupados com as perspectivas para a construtora sob um cada vez mais provável governo de Jair Bolsonaro. O mercado financeiro acha que, devido à proximidade da empresa com o PT no passado, o capitão reformado vai evitar conceder à empreiteira baiana novos contratos.

Mas a família dona da empresa aposta que, na realidade, a Odebrecht pode se dar melhor na administração do militar do que com Fernando Haddad na Presidência da República.

O patriarca, Emílio, e seu filho Marcelo têm receio de ser retaliados num eventual governo petista por causa de seus acordos de delação premiada na Operação Lava-Jato, nos quais que denunciaram pagamentos de propina durante os governos Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) e Dilma Rousseff (2011-2016).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s