Ensino a distância em alta reduz fatia de gigante do setor

O filão virou foco de todos os grandes grupos de ensino, mas dados inéditos mostram que quem se beneficiou mesmo foram os grupos regionais

O ensino a distância passa por um período de forte crescimento desde o ano passado, quando o governo voltou a liberar a oferta de cursos. O número total de alunos cresceu 16% em 2017, para 1,6 milhão, enquanto o ensino presencial encolheu 1%, para 4,6 milhões de alunos. O filão virou foco de todos os grandes grupos de ensino, mas dados inéditos da consultoria Atmã mostram que quem se beneficiou mesmo foram os grupos regionais. O número de instituições com oferta de EaD passou de 129, em 2016, para 166, no fim de 2017. Nessa toada, a Kroton, maior grupo de ensino do país, até aumentou a oferta de EaD, mas viu sua fatia de mercado cair de 33,5% para 29,6% no período. A tendência se mantém em 2018, segundo a Atmã.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s