Bolha imobiliária estoura em Camboriú

Até o ano passado, Balneário Camboriú, no litoral catarinense, era símbolo da pujança imobiliária no Brasil. A cidade tinha dois dos prédios mais altos do Brasil em construção. Em 2013, a cidade aprovou 1,2 milhão de metros quadrados de novos empreendimentos — um recorde histórico. Mas agora a bolha estourou. Com o excesso de oferta, os preços caíram 20% no ano. Os arranha-céus (um de 66 andares, outro de 57) seguem em construção — mas, agora, sem pressa nenhuma. Na média, os prédios estão com 40% dos apartamentos “pré–reservados”.

OBRA EM CAMBORIÚ: os preços desabaram

Até o ano passado, Balneário Camboriú, no litoral catarinense, era símbolo da pujança imobiliária no Brasil. A cidade tinha dois dos prédios mais altos do Brasil em construção. Em 2013, a cidade aprovou 1,2 milhão de metros quadrados de novos empreendimentos — um recorde histórico. Mas agora a bolha estourou. Com o excesso de oferta, os preços caíram 20% no ano. Os arranha-céus (um de 66 andares, outro de 57) seguem em construção — mas, agora, sem pressa nenhuma. Na média, os prédios estão com 40% dos apartamentos “pré–reservados”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s