Ricardo Geromel, o especialista em bilionários da Forbes ou O legado dos bilionários

Em 1908, Andrew Carnegie, lançou um desafio ao jovem Napoleon Hill. Considerado o segundo homem mais rico do mundo (de todos os tempos) com um patrimônio estimado em US$ 309 bilhões – atrás apenas de John D. Rockefeller, cuja fortuna está estimada em US$ 336 bilhões – ele perguntou se Hill estaria disposto a conduzir um estudo envolvendo os homens mais ricos do mundo, visando descobrir qual era o segredo […] <div class="read-more"><a href="https://exame.abril.com.br/rede-de-blogs/mundo-do-dinheiro/2014/10/15/ricardo-geromel-o-especialista-em-bilionarios-da-forbes-ou-o-legado-dos-bilionarios/" class="more-link">Leia mais</a></div>

Em 1908, Andrew Carnegie, lançou um desafio ao jovem Napoleon Hill. Considerado o segundo homem mais rico do mundo (de todos os tempos) com um patrimônio estimado em US$ 309 bilhões – atrás apenas de John D. Rockefeller, cuja fortuna está estimada em US$ 336 bilhões – ele perguntou se Hill estaria disposto a conduzir um estudo envolvendo os homens mais ricos do mundo, visando descobrir qual era o segredo do sucesso dessas pessoas, detectar traços em comum de personalidade e comportamento. O objetivo final era a criação de uma fórmula / método de enriquecimento financeiro e pessoal, que pudesse ser ensinada / aprendida. Esse estudo se estendeu por mais de 20 anos e deu origem ao best-seller Think and Grow Rich ou Quem Pensa Enriquece.

Me parece lógico que o melhor “professor” de um determinado assunto seja o sujeito que teve êxito fazendo aquilo. Imagine o que podemos aprender com Cornelius Vanderbilt, Henry Ford, Mansa Musa I (apontado como o homem mais rico que já existiu, com um patrimônio estimado em US$ 400 bilhões), The Rothschild Family, e por aí vai. Sendo assim, no episódio 8 da websérie MUNDO DO DINHEIRO, bati um papo com Ricardo Geromel, especialista em bilionários da Forbes (Wealth Team). O brasileiro – que começou a escrever para a revista americana em 2011 – vai compartilhar tudo que aprendeu durante essa experiência.

A primeira lista de bilionários da Forbes – indivíduos com uma fortuna pessoal acima de 1 bilhão de dólares – foi publicada em 1987, onde constavam 140 nomes, do quais apenas três eram brasileiros: Sebastião Camargo, Antônio Ermírio de Moraes e Roberto Marinho. Já na última lista (publicada em fevereiro de 2014) haviam 1.645 bilionários pelo mundo, sendo 65 brasileiros.

Mas, será que a riqueza de um indivíduo está ligada a sua carga horária de trabalho? Geromel afirma que os bilionários tem algo em comum: trabalham muito! E cita a Teoria de Alocação do Tempo criada por Gary Becker – professor da Chicago University e ganhador do Prêmio Nobel em 1992. A teoria sugere que, quanto mais dinheiro você ganha, mais propenso você está a trabalhar ainda mais. O tempo é interpretado como se fosse um “bem de mercado” e tivesse um custo. Portanto, se você não estiver envolvido em atividades (produtivas) relacionadas a trabalho, há um custo que se deve pagar por esse caminho alternativo, no qual você está “gastando” seu tempo. Mesmo que você entenda as consequências negativas que o vício em trabalho acarreta, você pode se sentir suscetível a continuar trabalhando porque o custo de não fazê-lo é ainda maior.

Confira abaixo, nosso bate-papo na íntegra (em mais um vídeo inédito e exclusivo).

* Inscreva-se no Canal: Mundo do Dinheiro e não perca os vídeos novos – publicados semanalmente.

Você vai aprender:

–  quais são os traços em comum entre os bilionários

–  qual o segmento que mais gera bilionários

–  teoria da alocação do tempo (Gary Becker)

–  as “10 mil horas” de treino

–  a história do Starbucks

–  cases: J.K. Rowling, Richard Branson, Oprah Winfrey

–  educação x diploma

–  filantropia: http://givingpledge.org

Quer estar nas próximas listas? Empreenda, pense fora da caixa, ajuste o seu mindset e trabalhe duro!

Livros citados:

Fora de Série – Outliers (Malcolm Gladwell)

* A vida é o que você faz dela (Peter Buffett)

* O Milionário Mora ao Lado (Thomas Stanley, William Danko)

The Seven Day Mental Diet: How to Change Your Life in a Week (Emmet Fox)

* Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes (Stephen R. Covey)

 

Leia a coluna do Ricardo Geromel na Forbes → aqui.

Assista ao discurso da J.K. Rowling (autora do Harry Potter) na Reunião Anual da Harvard Alumni Association → “Os benefícios adicionais do fracasso e a importância da imaginação

 

Gostou do conteúdo? Para ser avisado quando publicarmos um novo artigo no Blog cadastre-se aqui e não perca nada! 

Sugestão de temas, perguntas ou comentários podem ser enviados através do espaço abaixo.

Cláudia Augelli

Leia também:

Oportunidades da economia digital ou Como Conrado Adolpho fez R$ 1 milhão em 10 dias

Kéfera Buchmann dá dicas de como ganhar dinheiro com a internet

Rafinha Bastos revela onde investe seu dinheiro (e dá ÓTIMAS dicas)

Como investir em imóveis em Miami | Um guia completo

Rolezinho com Nassim Taleb

Pedro Andrade fala sobre sucesso e dinheiro 

Onde investir em 2014? Investimento em obras de arte

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s