Brasil foi o que mais censurou Google

A situação é de alarme. O Brasil está em primeiro lugar, na frente da Líbia, em censura no Google. O relatório do Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ),  foi divulgado em São Paulo. Na primeira metade de 2010, autoridades brasileiras obrigaram o site a tirar do ar 398 textos jornalísticos. Muitas agências de notícias foram também multadas ou tiveram de remover conteúdos Segundo  pesquisa do Centro Knight para o […] <div class="read-more"><a href="https://exame.abril.com.br/rede-de-blogs/instituto-millenium/2011/02/16/brasil-foi-o-que-mais-censurou-google/" class="more-link">Leia mais</a></div>

A situação é de alarme. O Brasil está em primeiro lugar, na frente da Líbia, em censura no Google. O relatório do Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ),  foi divulgado em São Paulo. Na primeira metade de 2010, autoridades brasileiras obrigaram o site a tirar do ar 398 textos jornalísticos. Muitas agências de notícias foram também multadas ou tiveram de remover conteúdos

Segundo  pesquisa do Centro Knight para o Jornalismo, do Texas (EUA),  houve uma censura intensificada no período eleitoral. O que, do ponto de vista da liberdade e da democracia, torna o caso ainda mais grave.

Para o coordenador do CPJ, Carlos Lauria: “Esse quadro mostra que a censura e a autocensura, que vem junto, estão atingindo níveis muito sérios no Brasil”. Ele também apresentou documento sobre a situação de risco do jornalistas na América Latina que aponta que 44 profissionais foram mortos em serviço e 145 presos, em todo o mundo, no ano passado.

“É espantoso que, num país como o Brasil, um dos maiores jornais seja proibido de noticiar um grande escândalo, que envolve figuras políticas conhecidas. Não consigo imaginar o The Washington Post sendo proibido de publicar algo sobre um ex-presidente americano”, disse Lauria, que  vai a Brasília se reunir com autoridades do Planalto, da Secretaria das Comunicações e dos Direitos Humanos e ao Supremo Tribunal Federal.

Fonte: revista “Veja”

No site da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo, veja o relatório completo da censura na Internet no Brasil.

No site do Instituto Millenium, leia o artigo da blogueira cubana Yoani Sanchez sobre o bloqueio à Internet em Cuba .

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s