Nem tudo se cria, algumas coisas se copiam, compram, licenciam…

Steve Jobs, entre outras coisas, ficou conhecido sobre sua capacidade de incorporar tecnologias criadas por outras empresas em suas criações. Essa postura era considerada por muitos algo de caráter duvidoso, mas é fato que essa foi uma característica importante para o sucesso da Apple ao longo dos anos. O caso da interface gráfica “inspirada” na tecnologia desenvolvida pela Xerox é um exemplo clássico de como Jobs fazia isso. Depois de […] <div class="read-more"><a href="https://exame.abril.com.br/rede-de-blogs/inovacao-na-pratica/2012/11/20/nem-tudo-se-cria-algumas-coisas-se-copiam-compram-licenciam/" class="more-link">Leia mais</a></div>

Steve Jobs, entre outras coisas, ficou conhecido sobre sua capacidade de incorporar tecnologias criadas por outras empresas em suas criações. Essa postura era considerada por muitos algo de caráter duvidoso, mas é fato que essa foi uma característica importante para o sucesso da Apple ao longo dos anos.

O caso da interface gráfica “inspirada” na tecnologia desenvolvida pela Xerox é um exemplo clássico de como Jobs fazia isso. Depois de visitar o Xerox Parc (Palo Alto Research Center) a história conta que a Apple decidiu utilizar a chamada GUI (graphical user interface) operada por um Mouse. Essa tecnologia permitiu a inclusão de ícones e janelas.


The video cannot be shown at the moment. Please try again later.

O mp3 ipod também não foi uma invenção solitária da Apple. De fato, a tecnologia mp3 foi inicialmente criada na Alemanha em 1987 e depois utilizada comercialmente pela primeira vez em 1998 por uma empresa da Coréia do Sul. Em 2001 a Apple criou seu próprio tocador que armazenava 1000 músicas.

Nos últimos anos estamos vivendo uma batalha judicial por patentes entre Apple e Samsung. A primeira processa a Samsung por utilizar “sua” tecnologia de tela de toque por exemplo. Por sua vez a segunda diz que a Apple copiou a tela de toque de uma tecnologia já patenteada (diamond touch), por isso tenta invalidar a patente. Mas não há como negar que há uma grande similaridade entre os produtos atualmente. Vejam os exemplos abaixo:

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s