Cinco investimentos exóticos que podem ser a sua salvação (vídeo)

Iinvestimento é a aplicação de capitais com finalidade lucrativa.

Hoje vou falar de cinco investimentos exóticos que podem fazer diferença quando você mais precisar de dinheiro. Antes de elencar os cinco, eu vou ensinar duas premissas sobre investimentos. A primeira é a definição do dicionário: investimento é a aplicação de capitais com finalidade lucrativa. A segunda premissa é da legislação: não existe uma lei que englobe essa definição. Ou seja, se a pessoa pensar algo do tipo “eu vou investir em roupas, para me vestir melhor e assim lucrar com uma promoção”, ninguém pode dizer que a pessoa está errada. Pode até ser que o investimento não dê certo, mas isso é outra história.

Tendo isso em mente, que investir é aplicar dinheiro com a intenção de lucrar e que não existe uma lei que determine o que é ou não investimento, eu listo cinco investimentos exóticos que podem fazer diferença quando você menos espera. Eu considero exótico aquele investimento que não tem regulamentação alguma ou esteja fora do mercado financeiro tradicional – pelo menos por enquanto.

Em primeiro lugar, destaco as obras de arte. Como não existe uma bolsa de obras de arte, apenas leilões, marchands e galerias, o leigo nunca sabe se está fazendo um bom ou mau negócio. Eu tenho um exemplo desse tipo de investimento com meu pai. Ele comprou um quadro nos anos 1980 por R$ 500,00 naquela época, em um leilão em um clube de campo. O artista, Burle Marx, faleceu em 1994 e isso, claramente, valorizou a obra. Quanto vale o quadro hoje? Eu não tenho a menor ideia, afinal de contas, é um investimento exótico. Mas é claro que vale bem mais do que os R$ 500,00 que o meu pai desembolsou naquele evento com os amigos.

O segundo investimento exótico são as antiguidades. É algo parecido com obras de arte, pois não têm regulamentação, com o valor sujeito a avaliação de um terceiro e o interesse histórico pela peça. Seria algo como a comparação entre duas cadeiras: uma que foi do meu avô e outra, exatamente igual, que foi usada por um presidente do Brasil na mesma época. Considerando que ambas estejam em condições iguais de conservação, qual vai ter maior valor? Claro que aquela utilizada por um presidente da república.

O terceiro investimento exótico são as joias. Pode-se dizer que as joias carregam ouro ou pedras preciosas e, por isso, seria mais fácil dar um valor objetivo para elas. Quem pensa assim vai perder dinheiro. Na verdade, as joias se parecem mais com uma mistura dos dois primeiros investimentos, antiguidades e artes. Ou seja, quem comprou, quem usou e em quais circunstâncias isso foi feito pode ter mais importância do que o peso em ouro ou os quilates das pedras que a peça possui.

O quarto investimento exótico sai dos mercados glamorosos e entra na seara de muita tecnologia: as criptomoedas. Apesar de serem aceitas, as criptomoedas não são regulamentadas e não dependem de quem as usou ou criou. Existem centenas delas e funcionam como qualquer outra moeda emitida por algum banco central em algum país soberano. Portanto, existem criptomoedas com maior ou menor demanda, maior ou menor credibilidade, igual àquilo que ocorre com as moedas de diferentes nações do mundo.

O quinto e último investimento exótico da lista deriva da existência das criptomoedas. É a arbitragem com criptomoedas. Em termos muito simples, é como fazer uma regra de três composta. Ou seja, a pessoa troca reais, dólares, euros, ou qualquer dinheiro por uma criptomoeda em uma “cripto casa de câmbio” – esse termo eu estou inventando agora. E, por exemplo, foi pago mil dinheiros por mil criptomoedas. Mas, no mesmo instante, a pessoa percebe que pode vender essas mil criptomoedas por dois mil dinheiros em outra “cripto casa de câmbio” de um lugar qualquer do mundo. É um grande negócio, assim como a obra de arte, as antiguidades ou as joias. Mas apenas para quem conhece o ramo.

E você, tem algum investimento exótico na sua família?

Mauro Calil é fundador da Academia do Dinheiro

Veja também o vídeo relacionado a este texto:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s