Fla x Bota: no clássico do desrespeito, ninguém ganhou

Botafogo e Flamengo protagonizaram nas redes sociais uma troca de acusações e provocações indignas de suas lindas histórias.

Botafogo e Flamengo provaram na noite deste domingo que as redes sociais no esporte, além de meios indispensáveis de comunicação com fãs, podem ser campos de terra fértil para equívocos. Isso porque um torcedor morreu e outros oito foram levados ao hospital após briga generalizada que antecedeu Botafogo x Flamengo, pelo Campeonato Carioca.

Em um dia em que há mortes por causa do futebol, o próprio futebol precisa se recolher a sua insignificância. O Flamengo, praticamente ignorando o cenário sombrio, aproveitou a vitória diante do time (reserva) do adversário e o provocou. Não era dia para priorizar o resultado, mas respeitar a ausência de paz.

bota-x-fla

 (/)

O Botafogo então utilizou as redes sociais para criticar a provocação do Flamengo, em especial o escrito no Facebook: “#CadeVocê? Não adianta fugir, não adianta correr”. A frase é parte de uma música cantada pelos flamenguistas aos botafoguenses.

“É sério que estão fazendo apologia à violência em um dia triste, de confusão, apreensão e morte? Para nós, o futebol não é isso. Começa por paz nos estádios e segurança”, diz a postagem do Botafogo. O equívoco do Bota é que, o post do Fla não era apologia à violência. Foi de muitíssimo mal gosto, mas não dá para ser considerado apologia.

Após a repercussão, o Flamengo divulgou nota oficial que, começa muito bem, mas termina, mais uma vez, acusando o rival:

“O Flamengo é um clube austero, íntegro e, apesar de se manifestar com humor quando cabe nas redes sociais, jamais faria “provocação” relacionada a um assunto tão sério e triste quanto a violência que, todos sabem, é mazela social infelizmente comum em nosso país. Pelo contrário. Sempre condenamos e sempre vamos condenar atos como de hoje no entorno do Engenhão. A acusação por parte do perfil do Botafogo é, além de leviana, irresponsável e inconsequente. Como toda violência”, dizia a nota.

E então ficou claro que, para os clubes, não era uma questão de respeito à tragédia para nenhum deles. O que ambos queriam, de fato, era espezinhar o rival. Conseguiram. Mas também o fizeram em relação a eles mesmos.

Porque Flamengo e Botafogo são muito maiores que tudo isso. Mas enquanto priorizarem a provocação (não sadia) e acusação recíprocas ao invés de aproveitarem sua comunicação para melhorar o cenário do futebol, ainda bastante violento, se mostram aquém do imenso tamanho que têm. O clássico foi no campo do desrespeito. E ninguém ganhou.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s