BBL anuncia circuito de torneios femininos para todo o ano

Circuito contará com torneios de League of Legends, Rainbow Six Siege, CS:GO e Dota 2

A novidade foi anunciada nesta terça-feira, dia 26 de março, durante o evento Marketing de Engajamento, realizado pela BBL, maior holding de entretenimento especializado em e-sports no país. White Rabbit Cup, Mad Hatter e Queen of Hearts! Esses são os torneios femininos que vão movimentar o cenário de e-sports nos próximos meses. “Me dá muita alegria ver o cenário feminino crescendo e atraindo investimentos. As meninas ainda precisam de um espaço seguro, que as respeite, para então se desenvolverem e conseguirem bater de frente com qualquer cenário”, diz Camila Silveira, a CamilotaXP, apresentadora da BBL, maior holding de entretenimento especializada em e-sports do país.

Hoje, segundo dados da Interprev, a participação do público feminino nos e-sports só cresce: 35% são jogadoras de games de PC/Console relacionados aos esportes eletrônicos, enquanto 20,3% acompanham ligas competitivas. “O cenário de e-sports ainda é majoritariamente masculino, mas as mulheres estão aí brigando por espaço e, aos poucos, conquistando. O circuito feminino é mais um passo para que elas conquistem visibilidade, ganhem experiência e se fortaleçam como jogadoras profissionais”, comenta Leo De Biase, CMO da BBL.

Serão muitas partidas até o fim de 2019

O primeiro torneio do circuito será o amador White Rabbit Cup, começando no próximo dia 6 de abril, com disputas de League of Legends, Rainbow Six Siege, CS:GO e Dota 2. Este não contará com etapa qualificatória, sendo necessário apenas inscrever sua equipe para participar. A premiação será feita em créditos válidos para cada jogo ao longo das semanas, ficando reservada somente para a fase final a premiação de R$ 1 mil para o time vencedor em cada modalidade.

O torneio seguinte será o Mad Hatter, segundo degrau na escalada para o cenário competitivo. As disputas serão de Rainbow Six Siege e Dota 2 e, assim como o White Rabbit Cup, dará premiação de R$ 1 mil para o melhor time em cada game a cada fase final. Além disso, vale vaga para o próximo campeonato do circuito, que será o Queen of Hearts.

O Queen of Hearts será o campeonato premium do ano, onde as melhores equipes classificadas no Mad Hatter terão vaga direta e outras equipes se classificarão através de qualificatórias abertas. Na etapa presencial, haverá convites para a participação de equipes internacionais. Neste caso, a premiação total por jogo será de R$ 23 mil. Para fechar com chave de ouro, o circuito ainda contará com a qualificatória regional LATAM do GIRLGAMER Esports Festival, evento internacional que teve edições em 2017 e 2018. As qualificatórias serão de League of Legends e CS:GO, ambos valendo vaga para equipes disputarem o torneio mundial no final do ano.

 (Divulgação/Divulgação)