Wikimedia alega que “selfies” de macaco são de domínio público

A Wikimedia diz que o público mantém os direitos sobre as fotos. Isso porque a macaca nigra roubou a câmera de Slater durante uma sessão de fotos

Um fotógrafo inglês chamado David Slater está brigando na justiça com a Wikimedia, que controla a Wikipedia, exigindo direitos autorais de algumas “selfies” de macacos publicadas na enciclopédia virtual.

A Wikimedia diz que o público, não o fotojornalista, mantém os direitos sobre as fotos. Isso porque a macaca nigra roubou a câmera de Slater durante uma sessão de 2011 na Indonésia e tirou milhares de fotos, incluindo algumas selfies e outras em questão. As fotos podem ser vistas aqui, aqui, e aqui.

“Recebemos um pedido de retirada do fotógrafo, alegando que possuía os direitos autorais das fotografias. Nós não concordamos. Então, negamos o pedido”, disse a Wikimedia nesta quarta-feira (6) em seu relatório de transparência.

A foto, que viralizou em 2011, está na Wikipédia sob a licença Commons, e Slater alega que isso está lhe custando royalties. De acordo com o Ars Technica, ele disse que a imagem não deve ser de domínio público. “Eles não têm o direito de dizer que é de domínio público. Um macaco apertou o botão, mas eu fiz todo o resto”, disse ele.

A Wikimedia, no entanto, rebateu dizendo que “para exigir direitos autorais, o fotógrafo teria de fazer contribuições substanciais para a imagem final, e, mesmo assim, só teria direitos autorais por essas alterações, não pela imagem subjacente. Isto significa que não há alguém a quem conceder os direitos autorais, então a imagem cai no domínio público”.