Ventania derrubou “drone de internet” do Facebook

Empresa disse, em julho, que o primeiro voo do Aquila havia sido um sucesso, mas não foi exatamente isso que aconteceu

São Paulo – Uma ventania derrubou o drone do Facebook, que está em fase de testes para transmitir sinal de internet para regiões do mundo nas quais o acesso à rede é limitado ou inexistente.

O drone tem um sistema de condução autônoma, ou seja, a intervenção humana é necessária em poucos momentos. Porém, ele não conseguiu lidar com ventos fortes no momento da aterrissagem e a queda aconteceu a vinte metros de altura, de acordo com a Fortune.  

A velocidade do Aquila no momento da colisão estava abaixo de 50 kmh porque os ventos fizeram o drone acelerar indevidamente. O equipamento é movido a energia solar e tem a envergadura de um Boeing 737.

A queda do drone aconteceu em junho deste ano e, à época, o Facebook anunciou que o primeiro voo fora um sucesso. Agora, a empresa diz que não revelou detalhes sobre o acidente antes porque o reportou para o National Transportation Safety Board, uma organização independente responsável pela investigação de acidentes de aviação nos Estados Unidos.

Ninguém morreu ou ficou ferido com a queda do drone.

“O piloto automático não foi capaz de acompanhar a velocidade e a linha de pouso simultaneamente, e deu demasiada prioridade ao rastreamento da trajetória à custa de não limitar a velocidade”, segundo o Facebook.

A empresa informa ainda que vai dar continuidade ao programa Aquila com novos freios aéreos ou um spoiler. A velocidade no ato da aterrissagem também será reduzida.  

O objetivo do Facebook com esse drone autônomo é levar a internet para as quatro bilhões de pessoas que ainda não têm acesso à rede – e, claro, ao Facebook.

Veja cenas do primeiro voo do Aquila a seguir, divulgadas pelo próprio Facebook.