Tim Cook tentou doar a Steve Jobs parte de seu fígado

A história é descrita em uma nova biografia do cofundador da Apple, 'Becoming Steve Jobs'

Em 2009, quando Steve Jobs descobriu que seu câncer estava em estado irreversível, Tim Cook ofereceu um pedaço de seu fígado para o cofundador da Apple.

A história está descrita em uma nova biografia do criador da empresa, Becoming Steve Jobs (“Tornando-se Steve Jobs”), cujos trechos foram publicados na edição de abril da revista Fast Company.

Cook, preocupado com a saúde de Jobs, resolveu descobrir qual seu tipo sanguíneo. O atual presidente da Apple descobriu que seu sangue era compatível com o de Jobs. Os médicos de Cook afirmaram que, dessa forma, ele poderia doar um pedaço de seu fígado para Jobs, com boas chances de sucesso.

Como é um órgão que consegue se regenerar, o fígado de Cook iria voltar ao tamanho normal com o tempo, assim como a parte doada a Jobs.

Mas Steve Jobs se recusou a receber o fígado de Tim Cook.

“Ele me quebrou às pernas, antes mesmo que as palavras saíssem da minha boca”, afirmou Cook. “‘Não’, ele disse. ‘Eu nunca deixaria você fazer isso. Eu nunca faria isso.'”

“Steve gritou comigo apenas quatro ou cinco vezes durante os 13 anos que eu o conheci, e essa foi uma delas”, diz o atual presidente da Apple.

Jobs recebeu um fígado transplantado meses depois, mas morreria de câncer em 2011.