Telefónica lança rede móvel LTE autônoma de 40 gramas

A inovação, apresentada nesta quarta no Mobile World Congress (MWC) em Barcelona, ainda não foi colocada em prática com nenhum teste piloto

Barcelona – A multinacional Telefónica, da Espanha, desenvolveu uma rede móvel LTE autônoma de apenas 40 gramas, capaz de ser transportada em uma mochila, que oferece garantia de comunicações privadas e de uso de drones em casos de emergência, como um resgate em áreas sem cobertura e de difícil acesso.

Esta inovação, que foi apresentada nesta quarta-feira no Mobile World Congress (MWC) em Barcelona, ainda não foi colocada em prática com nenhum teste piloto, mas a Telefónica deve começar a oferecê-la a seus clientes, entre eles, o governo espanhol, já que é seu fornecedor de serviços de comunicações críticas.

Durante a apresentação do produto, batizado como LTE Nano, a companhia de telecomunicações espanhola mostrou a LTE autônoma em uma pequena mochila, equipada também com um rádio e baterias para garantir 48 horas de autonomia, com peso total de cerca de 3,2 quilos.

No cenário de uma emergência, esta rede móvel permite o uso de um drone de busca que emite vídeo em alta definição e de vários tablets e telefones inteligentes que recebem a transmissão de vídeo, além de garantir as comunicações privadas para coordenar os especialistas que participam, por exemplo, de um resgate.

Este equipamento seria ideal tanto em casos de falta de cobertura como onde o sinal de wifi é insuficiente ou existem interferências.

Embora os cenários de emergência sejam vistos como os mais adequados para o uso desta inovação, os desenvolvedores da Telefónica também apontaram os benefícios para as lojas, já que o mesmo permite oferecer uma rede de comunicação privada em entornos comerciais muito saturados.

Assim, se garantiria a confiabilidade nos comércios da certificação digital, das câmaras de segurança, das ligações internas e do acesso de telefones celulares e tablets aos aplicativos.

Outro funcionamento da rede seria nos escritórios, entorno no qual também proporcionaria comunicações privadas de qualidade, evitando assim as interferências.

Por enquanto, a Telefónica não colocou nenhum preço de lançamento para esta inovação, já que planeja, primeiro, realizar uma rodada de apresentações a seus clientes para comprovar se há interesse por ela.