Tablets são usados por 21% das grandes empresas brasileiras

Os tablets são vendidos oficialmente no Brasil há apenas seis meses, mas já foram adotados por um quinto das grandes empresas

São Paulo — Apenas seis meses após a chegada oficial dos primeiros tablets às prateleiras do Brasil, 21% das grandes empresas do País já adotaram o dispositivo para trabalho. O número consta de um estudo realizado pela Frost & Sullivan, que ouviu CIOs de 70 companhias brasileiras de grande porte.

As principais razões apontadas para a utilização dos tablets são: recebimento e envio de e-mails, gerenciamento de força de vendas e campanhas de marketing.A marca e as especificações técnicas foram apontadas por 73,3% dos CIOs entrevistados como o principal fator considerado por eles no momento de escolher qual tablet comprar. Preço, design e duração da bateria também foram citados como quesitos importantes que influenciam a decisão de compra.

Dentre aqueles que usam o produto, 77% se considera “muito satisfeito” com a experiência até o momento. Entre as empresas que ainda não adotaram o dispositivo móvel, as razões para isso são o alto preço, a falta de orçamento para inovação e a falta de casos de sucesso no mercado.