Steve Ballmer inaugurará CES 2012 em clima de despedida

A Microsoft não fará mais parte da maior feira de eletrônico do mundo a partir do próximo ano

Las Vegas – O discurso do presidente-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, que tradicionalmente abre a maior feira de eletrônico do mundo – a Consumer Electronic Show (CES), de Las Vegas -, dará inicio à edição de 2012 em clima de despedida, já que sua companhia não fará mais parte do evento a partir do próximo ano.

Ainda não se sabe se o discurso de Ballmer se preocupará em desenvolver um balanço de 2011 ou se, como em outras ocasiões, adiantará algumas novidades sobre o sistema operacional Windows 8 e alianças com outros fabricantes. O certo é que o discurso de Ballmer na CES, que será inaugurada oficialmente nesta terça-feira, terá um sabor de despedida.

A desvinculação da Microsoft da CES, que já tinha sido anunciada há alguns meses, foi justificada com a proximidade da feira com os lançamentos de final de ano da companhia, que, por sua vez, deixará seu habitual espaço na exposição, assim como a abertura do encontro, informam os analistas do setor.

A relação entre a Microsoft e a CES teve seu auge nos tempos em que Bill Gates ainda era o principal responsável da companhia e tinha a tradição de abrir a feira com um discurso que despertava o interesse de toda indústria, isso por sua capacidade de lançar luz sobre o futuro do setor.

Em 2010, na CES, Ballmer antecipou a chegada do iPad com o anúncio de um tablet fabricado pela Hewlett-Packard (HP), com tela tátil e sistema operacional Windows, o qual, embora nunca tenha sido lançado no mercado, demonstra a relevância deste discurso na hora de apontar tendências.

Após a morte de Steve Jobs, co-fundador da Apple, e da saída de Gates da cena profissional, Ballmer aparece como um dos últimos grandes gurus tecnológicos que ainda segue em atividade.

Segundo os organizadores, a CES 2012, que será realizada até a próxima sexta-feira, deverá receber mais de 140 mil visitantes no centro de convenções de Las Vegas.