Dólar R$ 3,28 0,39%
Euro R$ 3,67 -0,04%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 0,95% 63.257 pts
Pontos 63.257
Variação 0,95%
Maior Alta 5,04% SMLE3
Maior Baixa -3,99% MRFG3
Última atualização 24/05/2017 - 17:20 FONTE

Site usa lógica de apps de paquera para recrutar candidatos

Serviço pode ser usado tanto por quem busca empregos quanto por empresas que precisem recrutar novos funcionários

São Paulo – Uma nova ferramenta online promete encontrar a empresa perfeita para cada profissional usando a mesma lógica dos sites e aplicativos de paquera.

Trata-se da Pin People, uma plataforma que permite mapear as características de cada pessoa para saber qual empresa mais combina com ela.

Criada pelas empreendedoras Isabella Arruda Botelho e Verônica Mussi, o serviço também pode ser usado tanto por quem busca empregos quanto por empresas que precisem recrutar novos funcionários.

Antes de criar a Pin People, a sócia fundadora do serviço, Isabella Botelho, conta à INFO que trabalhou por quatro anos na ONG de apoio ao empreendedorismo Endeavor, onde teve oportunidade de entrar em contato com vários empreendedores e mentores brasileiros.

Assim, inspirada no site de relacionamentos eHarmony, ela resolveu criar sua própria startup aplicando esse mesmo modelo para empresas e profissionais.

“O principal problema apontado pelo mercado era ‘gente’. As soluções que existem são, em sua maioria, caras ou pouco eficientes. Se você erra na porta de entrada da sua empresa, o prejuízo depois pode ser enorme”, afirma Isabella.

Ao entrar no site, o profissional preenche um questionário chamado “Jeito de Ser” informando suas preferências sobre estilos de trabalho e seus principais valores.

A empresa que contrata o serviço, por sua vez, deve enviar um formulário para que seus funcionários preencham.

“São eles que vão nos contar como a empresa é no dia a dia. Na sequência, consolidamos essas respostas e a empresa passa a ter seu perfil na Pin People”, conta a empreendedora.

É a partir do cruzamento desses dados o site irá encontrar um local compatível com o que o internauta ou a companhia procuram no mercado.

“Nossa preocupação é trazer transparência ao processo de recrutamento, tanto para as empresas em relação aos candidatos, como para os candidatos em relação às empresas”, diz Isabella Botelho.

As empresas podem usar a Pin People de duas formas diferentes: na primeira, o site oferece um link para o recrutador mapear os internautas que entram no site ou nas redes sociais da companhia e manifestam interesse em trabalhar ali.

Os candidatos, então, podem preencher um questionário, que irá mostrar qual o nível de compatibilidade daquele profissional com a empresa.

No segundo método, a companhia pode ter acesso ilimitado ao banco de candidatos cadastrados na plataforma para identificar as pessoas que mais combinem com ela.

O valor para ambos os modos depende do número de funcionários que a empresa tem atualmente.

A startup encerrou o período de testes em setembro e conta com 15 companhias como clientes. Isabella também conta que sete vagas já foram fechadas por meio de seu site.

“Estamos trazendo novas empresas aos poucos para dentro, visto que a demanda existe, mas não queremos perder a qualidade de nosso serviço”, disse ela à INFO.