Site de compras coletivas vende até pele de carneiro

Quer comprar uma pele de carneiro ou uma roçadeira? O site de compras coletivas Espiga de Milho vende. É um dos que buscam a especialização para se destacar.

O Espiga de Milho é mais um entre centenas de sites de compras coletivas que surgiram no país nos últimos meses. Seu funcionamento é similar ao de serviços como Peixe Urbano e Groupon. A cada dia, um produto é oferecido com desconto aos internautas cadastrados. No entanto, para se diferenciar dos demais, o Espiga de Milho tem seu foco na agropecuária. Sediado em Marília, no estado de São Paulo, ele busca atrair, como compradores, principalmente os pequenos produtores rurais. O grupo MF Rural, dono do Espiga de Milho, tem também um serviço de classificados online para agropecuária e o site de compras coletivas Azeitona Preta, que atua em seis cidades do interior de São Paulo.</p>

A especialização tem sido um dos caminhos adotados pelos sites recém-chegados à febre das compras coletivas para se diferenciar dos demais. Outro exemplo é o agregador de ofertas Loucas por Descontos. O nome no feminino não deixa dúvidas de que ali é o clube da Luluzinha. Sabe-se que 70% dos clientes dos sites de compras coletivas são mulheres. Em busca desse público majoritário, o Loucas por Descontos publica ofertas específicas para o público feminino. Há sessões de drenagem linfática, festa infantil num bufê e aplicação de maquiagem definitiva, por exemplo. 

Essas ofertas vêm tanto de sites de compras coletivas como de clubes de compras e das próprias lojas. “Recebemos uma comissão pelas vendas. É um modelo interessante para pequenos e médios varejistas. Em vez de investir em marketing primeiro para obter resultados depois, eles pagam a comissão só quando vendem. E nós nos encarregamos da divulgação”, diz Patricia Soderi, gerente comercial do Loucas por Descontos.

 

Consolidação

A expectativa do mercado é que os sites de compras coletivas movimentem 1 bilhão de reais neste ano, dez vezes mais que o valor estimado dos negócios em 2010. A rápida proliferação desse tipo de negócio na web já começa a estimular movimentos de consolidação. Nesta semana, o portal Imperdível anunciou a compra do concorrente Deu Samba, ampliando sua área de atuação para 33 cidades. “Com a compra, reforçamos nossas posição no Rio de Janeiro e passamos a atuar também em Manaus”, disse a Exame.com Paulo Veras, sócio-fundador do Imperdível.

De acordo com o ranking mantido pelo site Bolsa de Ofertas, o Imperdível é o sétimo maior serviço de compras coletivas no Brasil, atrás de Groupon, Peixe Urbano, Clickon, QPechincha, Desejomania e Groupalia. Paulo Veras diz que as aquisições vão continuar. “Há empresas regionais que não estão entre as maiores do país, mas que são importantes localmente. Comprá-las é uma boa maneira de ampliar nossa abrangência geográfica. Já estamos conversando com várias delas”, afirma ele.