Rio de lava de vulcão no Havaí chega a 100 metros de residências

Os moradores no caminho da lava foram postos de sobreaviso para um possível abandono do local, declarou o Condado do Havaí em um alerta da defesa civil

Um rio de lava do vulcão Kilauea que vinha se aproximando de áreas habitadas da Ilha Grande do Havaí há meses está agora a meros 100 metros da propriedade residencial mais próxima, alertaram as autoridades nesta segunda-feira.

Os moradores no caminho da lava foram postos de sobreaviso para um possível abandono do local, declarou o Condado do Havaí em um alerta da defesa civil.

O rio de lava, que começou a borbulhar para fora do vulcão em erupção constante em 27 de junho, estancou no fim de setembro, mas retomou sua lenta trajetória várias semanas atrás.

Sua dianteira ruma agora para o vilarejo de Pahoa, uma área onde havia cultivo de cana-de-açúcar e agora consiste em pequenas lojas e residências com uma população de cerca de 800 pessoas.

O comunicado da defesa civil informou que a lava está percorrendo, em média, cerca de 10 a 15 metros por hora, e que as autoridades irão monitorá-la o tempo todo. A dianteira é ampla o suficiente para destruir as casas em seu caminho.

O vulcão Kilauea está em erupção na cratera de Pu’u O’o desde 1983. A última residência destruída por lava na Ilha Grande se encontrava na subdivisão Royal Gardens, em Kalapana, em 2012, de acordo com a agência de defesa civil.

(Por Malia Mattoch McManus e Dan Whitcomb)