Review: Nokia Asha 501
Carregando

REVIEWS

Nokia Asha 501

Nokia Asha 501
Nokia Asha 501
Nokia Asha 501
Nokia Asha 501
Nokia Asha 501
Nokia Asha 501
Nokia Asha 501
Nokia Asha 501
1/8
Cauã Taborda
Nokia Asha 501
2/8
Cauã Taborda
Nokia Asha 501
3/8
Cauã Taborda
Nokia Asha 501
4/8
Cauã Taborda
Nokia Asha 501
5/8
Cauã Taborda
Nokia Asha 501
6/8
Cauã Taborda
Nokia Asha 501
7/8
Cauã Taborda
Nokia Asha 501
8/8
Cauã Taborda
Nokia Asha 501

Com um design que se aproxima da linha Lumia, o Nokia Asha 501 renova os aparelhos mais acessíveis da finlandesa e cria um produto interessante para o público que busca um celular barato, confiável e de recursos básicos.

O Asha 501 é um aparelho de entrada, com suporte a dois cartões SIM e de baixo custo. Seu preço sugerido é de 329 reais, o que o coloca na briga direta com aparelhos rodando o Android 2.3, como o Galaxy Y, da Samsung. O corpo compacto desse smartphone é construído em plástico. Com uma pegada muito confortável e visual moderno, pode atrair um público mais jovem e não muito Geek, já que há uma limitação do sistema com aplicativos. Apesar de alguns serviços estarem cobertos, como Facebook, Twitter e WeChat, não há aplicativos do Google (Gmail, YouTube, etc), ou mesmo apps famosos das plataformas Android e iOS, como Whatsapp e Instagram.

Com 128 MB de memória interna (há um cartão microSD de 4 GB incluso) e só 64 MB de RAM, o Asha 501 não é um aparelho poderoso. Felizmente, o sistema Asha 1.0 é extremamente leve. Em nossos testes não observamos lentidão nas transições do sistema e serviços mais comuns, como envio de mensagens, alteração de dados de contatos ou mesmo para postar no Twitter. Em aplicativos mais pesados, como Facebook ou mesmo na loja de aplicativos, a lentidão se torna aparente e pode frustrar usuários acostumados com smartphones mais potentes.

A tela de 3 polegadas tem resolução de 320 por 240 pixels e, apesar da baixa densidade de pixels, a falta de qualidade não incomoda. Esse é outro trunfo do sistema. Os ícones tem bom tamanho e sua disposição facilita o acesso em um espaço pequeno. Claro que serrilhados nos textos e falta de definição são visíveis, mas esses problemas não causam tanto impacto.

Câmera

Com 3,2 megapixels, a câmera do Asha 501 faz um trabalho básico. Por básico entenda-se muito abaixo da média. Mesmo entre os aparelhos de entrada, o resultado desse aparelho foi ruim em nossos testes. Não há fidelidade nas cores e o balanço automático de branco parece não contribuir para a composição das cenas, que acabam saturadas e com tons vermelhos muito acentuados.

Foto por:
Asha 501 fotos

Foto por:
Asha 501 fotos

Foto por:
Asha 501 fotos

Vídeo

Ficha técnica
Conexão: 2G (EDGE)
SO: Nokia Asha 1.0
Processador: não informado
Armazenamento : 128 MB + 4 GB (microSD)
Tela: 3
Câmera: 3,2 MP
Peso : 97 g
Duração de bateria : 13h22min
Avaliação técnica INFOlab
  • Prós: Design interessante; Dual SIM;
  • Contras: Falta 3G; câmera ruim;
  • Conclusão: O 501 representa um grande avanço para a linha Asha tanto no design como no sistema. Ele é indicado para quem precisa de um celular barato e funcional, mas não liga para falta de aplicativos e velocidade de conexão
Configuração 6,6
Usabilidade 7,0
Diversão 5,7
Bateria 7,8
Design 7,6
6.9 R$ 329
Comentários