Review: LG Nexus 4
Carregando

REVIEWS

LG Nexus 4

LG Nexus 4
LG Nexus 4
LG Nexus 4
LG Nexus 4
LG Nexus 4
LG Nexus 4
LG Nexus 4
1/7
Rafael Evangelista
LG Nexus 4
2/7
Rafael Evangelista
LG Nexus 4
3/7
Rafael Evangelista
LG Nexus 4
4/7
Rafael Evangelista
LG Nexus 4
5/7
Rafael Evangelista
LG Nexus 4
6/7
Rafael Evangelista
LG Nexus 4
7/7
Rafael Evangelista
LG Nexus 4

Avaliação de Airton Lopes / Depois da HTC e da Samsung, coube à LG a tarefa de produzir a quarta versão do Nexus, o smartphone oficial do Google. O resultado é um aparelho com processador de quatro núcleos, tela de alta definição com 4,7 polegadas e desempenho irrepreensível para rodar várias aplicações ao mesmo tempo. Mais do que o hardware digno de um smartphone de topo de linha, dois fatores tornam o Nexus 4 cobiçado. O primeiro é o preço, similar ao de aparelhos intermediários (299 e 349 dólares para os modelos de 8 e 16 GB, nos estados unidos). Porém, é improvável que os brasileiros tenham o benefício quando o modelo chegar oficialmente, previsto para a próxima quarta-feira (27). O outro diferencial é a versão mais recente e pura do Android, a Jelly Bean. Uma de suas novidades mais vistosas é o recurso Photo Sphere. Com ele, a câmera de 8 MP produz fotos em 360 graus, no estilo das imagens do modo Street View do Google Maps. A visualização da cena é feita na galeria de fotos do Nexus 4 ou no álbum do Google+ do usuário.

Avaliação de Cauã Taborda / Para quem observa o Nexus 4 ao lado de seu antecessor, o Galaxy Nexus, fica difícil perceber de imediato que os aparelhos são diferentes. Só de perto e com o aparelho em mãos é que essa diferença se torna óbvia.

Ao contrário da aposta no plástico feita pela Samsung, a LG decidiu incluir uma camada de vidro Corning Gorilla Glass 2 nas duas faces do aparelho. O vidro proporciona um toque mais agradável, aderente e também apresenta o smartphone como um produto mais elaborado.

Por outro lado, as duas faces em vidro fazem do Nexus 4 um aparelho menos resistente a impacto e a riscos. Mesmo que a Gorilla Glass garanta uma proteção extra, o usuário vai deve ter mais cautela.

Com cantos arredondados e pesando 139 gramas, o Nexus 4 é um aparelho grande, mas extremamente confortável de manusear. Minimalista, traz somente o botão para bloquear/desbloquear a tela e a alavanca de volume.

Na face superior há um conector P2 para fones de ouvido, enquanto na face inferior há um conector microUSB para dados e recarga. O acesso ao cartão SIM é feito por uma fenda com tampa retrátil, aberta por uma chave especial, um clipe ou qualquer objeto fino o suficiente.

Logo abaixo da bela tela de 4,7 polegadas estão os botões sensíveis ao toque Voltar, Home e outro dedicado a exibir os aplicativos abertos. 

É impossível não afirmar que o Nexus 4 é um aparelho elegante. Em sua traseira, um acabamento traz grafismos brilhantes que funcionam como um holograma. Em determinados momentos e ângulos eles são invisíveis, mas, quando recebem luz direta e brilham, o resultado é muito interessante. 

Hardware e desempenho

Lançado em outubro de 2012, o Nexus 4 chegou com um hardware que se equiparava aos aparelhos mais potentes do mercado. O processador escolhido foi um Krait quad core de 1,5 GHz, acompanhado por 2 GB de RAM. Essas características poderiam deixar até os mais céticos interessados, ainda mais pelo preço de 349 dólares no mercado norte-americano.  Porém, a falta de conectividade LTE e entrada para cartão microSD soaram como grandes incoerências.

Benchmark Quadrant (em pontos) Barras maiores indicam melhor desempenho

LG / Nexus 4
4.097
Motorola / Razr HD
4.728
Samsung / Galaxy S III
5.332
LG / Optimus 4X HD
3.799

Em nossos testes, o Nexus 4 atingiu 4.097 pontos no benchmark Quadrant. Apesar de ser uma marca excelente, o resultado o coloca abaixo do Razr HD, da Motorola, que possui um processador dual core de 1,5 GHz e que marcou 4.728 pontos.

Deixando a falta de LTE de lado, o Nexus 4 traz HSPA+, NFC, Bluetooth 4.0, Wi-Fi n, GPS com A-GPS e GLONASS, o que faz dele um aparelho alinhado com seus concorrentes e que não fica devendo conexões. Não há, no entanto, Wi-Fi Direct ou saída HDMI para conectar o aparelho à TV. É necessário adquirir um adaptador para a microUSB ou confiar no DLNA.

Há também o grupo padrão de sensores: acelerômetro, giroscópio, barômetro, sensor de luminosidade e bússola.

A tela de 4,7 polegadas oferece 768 por 1.280 pixels de resolução. Mesmo com a concorrência oferecendo aparelhos com painéis Full HD, o resultado do Nexus 4 é interessante. As cores tem boa fidelidade e a resposta aos toques é precisa. Com 608 nits, ela garante um brilho agradável para o uso comum, mas que dificultou a leitura em dias ensolarados. 

Câmera

Com 8 megapixels, flash LED e gravação de vídeo em 1.080p a 30 quadros por segundo, a câmera do Nexus 4 faz fotos com qualidade em boas condições de luz, mas apresenta muito ruído durante à noite ou em ambientes fechados.

Os grandes destaques são a comunhão de inovações do sistema e da interface com o sensor de 8 MP. Com um sistema de menu baseado em discos (algo que o Google provavelmente emprestou dos games), o Nexus 4 possui uma das interfaces mais práticas para gestão de câmeras de smartphones e tablets. É possível fazer alterações rapidamente usando somente uma única mão.

Foto por:
LG Nexus 4

Foto por:
LG Nexus 4

Foto por:
LG Nexus 4

Outra novidade apresentada pelo Jelly Bean é o Photo Sphere. Esse recurso cria uma panorâmica em 360 graus do ambiente. O resultado é similar ao do Google Street View, que traz imagens tridimensionais para o Google Maps. O software se encarrega de registrar as fotos e indicar para o usuário o ponto exato de registro. As imagens podem ser exibidas no próprio aparelho ou no Google Plus. Os arquivos gerados são panorâmicas tradicionais, o que dificulta a visualização fora dessas duas opções. 

Foto por:
LG Nexus 4

A câmera também captura fotos com HDR (High Dynamic Range), que é resultante da combinação de duas imagens com valores de exposição diferentes.

Sistema

Apesar de a modificação mais significativa do Android 4.2 em relação ao 4.1 ser o recurso Photo Sphere, o Jelly Bean tem um sabor diferente no Nexus 4. Há um novo sistema de teclado, chamado de Gesture Typing. Basicamente ele é a versão própria do Google para o Swype. Ele permite a escrita por gestos no teclado, com um resultado interessante e sugestão de palavras. O interessante é que o sistema de sugestão do Google completa até nomes de celebridades, já que possui um grande banco de dados.

Foto por:
Nexus 4

O Gmail foi atualizado. Agora o aplicativo ajusta mensagens automaticamente para a tela do aparelho, um recurso básico, mas que fazia falta. Além disso, há um atalho para arquivar ou excluir uma mensagem arrastando o dedo sobre o título do e-mail para  a esquerda ou para a direita.

Uma nova barra de notificações traz os atalhos mais práticos do sistema, como brilho da tela, Wi-Fi, modo avião, etc. Ela é acessada com um movimento de dois dedos de cima para baixo da tela. O movimento com um único dedo traz a barra de notificações tradicional.

Foto por:
Nexus 4

Ficha técnica
Conexão: 3,5 G
SO: Android 4.2
Processador: Snapdragon S4 Pro Krait 1,5 GHz quad core
Armazenamento: 16 GB
Tela: 4,7”
Câmera: 8 MP e 1,3 MP
Peso: 139 g
Duração de bateria: 13h17min
Avaliação técnica INFOlab
  • Prós: Android atualizado, desempenho e NFC
  • Contras: Não tem slot para cartão e não tem 4G (LTE)
  • Conclusão: Aparelho tem bom desempenho, mas preço pode ser impeditivo em comparação a concorrentes no mercado brasileiro
8.5 R$ 1.699
Comentários