Review: Lenovo ThinkPad X1 Carbon tem Windows 7 e boa bateria

Notebook alia robustez e refinamento para atender o mercado corporativo

São Paulo – O notebook ThinkPad X1 Carbon, da Lenovo, é uma mistura de passado com presente. O produto tem configuração de hardware recente e vem com sistema Windows 7, já ultrapassado. Antes de atirar pedras no produto, que custa 9.999 reais, é preciso considerar sua natureza: esse notebook foi criado para o mercado corporativo–órfão do Windows XP–, que ainda usa em ampla escala a versão 7 do sistema.

Design e usabilidade

O X1 é um produto fino e leve para sua categoria. Ainda assim, ele se assemelha muito a seus antecessores, mais espessos e pesadões, mas ainda em uso em empresas brasileiras. Fora isso, é nítido que a fabricante buscou aliar a beleza à necessidade de durabilidade de produtos corporativos e, nisso, o esforço foi bem-sucedido. O chassis do aparelho é reforçado com liga de carbono, como indica seu nome.

Há um bom trackpad no aparelho, assim como retroiluminação em seu teclado padrão ABNT2. Algo que pode incomodar no uso de atalhos do sistema é que as teclas função são configuradas como maneiras de regular rapidamente brilho de tela, volume, entre outras coisas. Com isso, você terá que mudar seu hábito de fechar janelas usando o atalho Alt + F4 (ou pressionar a tecla Fn ao mesmo tempo todas as vezes).

Sua tela de 14 polegadas tem resolução Full HD, uma característica ainda pouco comum em meio a computadores de trabalho. Outro item pouco visto nessas máquinas é o armazenamento em SSD (256 GB), em vez do HD tradicional. Isso ajuda a melhorar o desempenho geral do notebook, especialmente na hora de abrir programas pesados, como o Photoshop, e de gerenciar dezenas de abas no navegador Google Chrome.

Falando nesse browser, famoso pelo alto consumo de memória, o X1 Carbon tem 8 GB de RAM para viabilizar o uso do aparelho sem travamentos–desde que você não abra o Internet Explorer, claro. Essa quantidade de memória também dá suporte para o uso do Windows 7 Pro na edição 64 bits, o que também joga a favor da performance da máquina.

Um recurso de segurança útil, mas que passa longe de ser novo, é sempre bem-vindo é o reconhecimento de impressão digital. Como nos smartphones, ele pode ser usado para liberar o seu acesso ao computador sem precisar de uma senha.

O processador que equipa o ThinkPad X1 Carbon é um Intel i5 de 6º geração(6300U a 2,40 GHz), que não é dos mais novos, mas dá conta do recado para lidar com o tipo de software popular escritórios de marketing ou advocacia, por exemplo. No benchmark Novabench, usado para avaliar desempenho de computadores com sistema Windows, o X1 Carbon obteve nota 830. Produtos com Windows e processadores mais recentes do que o que vem nesse aparelho da Lenovo marcam mais de mil pontos nesse teste, mas sua média não pode ser considerada ruim quando o foco é a produtividade empresarial.

Bateria

A duração da bateria foi boa, considerando que o produto é um notebook. Como esperado, ele não atinge as altas médias dos smartphones atuais, especialmente pelo tamanho da tela e pelo consumo mais alto do Windows 7 frente a opções móveis, como Android e iOS. Em nossos testes de uso intenso, a máquina aguentou três horas e 45 minutos longe da tomada com uma única carga. O esquisito: o mostrador da bateria ficou travado em 99% até que o aviso de carga baixa foi exibido–o que parece ser um problema de comunicação entre software e hardware.

Vale a pena?

Avaliar se o produto vale ou não a pena para a sua empresa é uma tarefa árdua e depende de negociação de preços e cuidadosa análise quanto às necessidades dos funcionários. O ThinkPad X1 Carbon poderia ser uma boa aquisição de longo prazo para companhias que usam, prioritariamente, o pacote Microsoft Office, Photoshop e edição básica de vídeos. Ele seria um produto bom também para quem tem um negócio de natureza móvel, que exija deslocamentos constantes para reuniões e afins. Programadores, designers e arquitetos provavelmente precisão de máquinas mais poderosas do que essa.

Avaliação

8,7/10

Prós: Tela Full HD, sensor de digitais, boa duração de bateria e design robusto com bom acabamento.
Contras: Processador não é da geração mais recente, preço alto.

Ficha Técnica

  • Processador: Intel Core i5-6300U (2.4GHz; 3MB Cache)
  • RAM: 8 GB
  • GPU: Intel® HD Graphics
  • Armazenamento: 256 GB (SSD)
  • Tela: 14 Full HD
  • Conexões:  USB 3.0 (1x energizada), 1x HDMI, 1x Mini DisplayPort, Wi-Fi  8260 ac
  • Peso: 1,17 Kgs
  • Bateria: 52 Whr