Dólar R$ 3,27 -0,31%
Euro R$ 3,66 0,08%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,60% 62.662 pts
Pontos 62.662
Variação 1,60%
Maior Alta 9,53% JBSS3
Maior Baixa -1,42% EMBR3
Última atualização 23/05/2017 - 17:20 FONTE

Projeto do Google protege jornalistas contra ataques hackers

Projeto Shield é parte da tecnologia do gigante das buscas oferecida gratuitamente à imprensa

São Paulo – Você provavelmente se lembra da Shield, a organização famosa nos filmes da Marvel por defender a Terra contra diversos vilões. O Google tem um projeto de mesmo nome, mas que tem um objetivo diferente, ainda que similar: proteger sites de jornalistas e veículos de comunicação de grande porte contra ataques de hackers.

Uma das técnicas mais comuns usadas por pessoas mal intencionadas é o ataque de negação de serviço (DDoS, na sigla em inglês). Ela consiste no envio de múltiplas solicitações de acesso ao servidor de um site em um curto espaço de tempo. Isso faz com que a página saia do ar, deixando o público sem informações, no caso dos sites de notícias.

Para o Google, essa medida é uma maneira de defender a liberdade de expressão e a imprensa livre. 

“Se uma pessoa lê o seu artigo e não concorda com ele, ela pode lançar um ataque desse tipo para tirar o texto do ar”, afirmou George Conard, gerente de produto da Jigsaw, incubadora de tecnologia do Google, em entrevista a EXAME.com. “Queremos acabar com o DDoS como uma forma de censura.” 

Conard conta que trabalha com equipes de engenharia, elabora novos recursos, busca melhorar a tecnologia de defesa do Shield e também consulta profissionais de redações sobre como o Google pode tornar essa proteção contra DDoS ainda mais eficiente. 

A iniciativa Shield protege sites em 40 países no momento. O Shield consiste em parte da tecnologia de proteção utilizada pelo próprio Google para evitar que seus sites saiam do ar, ao receber ataques com milhares de solicitações simultâneas que sobrecarregam seus servidores para tirar seus serviços do ar. 

De acordo com um relatório elaborado pela Akamai, que oferece infraestrutura para diversos sites em todo o mundo, os ataques DDoS tiveram aumento de 125% no último ano. Outro dado que demonstra uma curva ascendente desse tipo de problema vem da Cipher, em um estudo publicado em 2015. Ele apresenta um crescimento de cerca de 200% nos ataques virtuais, como o DDoS, no Brasil e o atribui ao aumento da população com conhecimentos de computação.

Os sites de notícia são alvo desses ataques com relativa frequência. Segundo um estudo da NeuStar, mais de 50% dos sites consultados informaram ter sofrido problemas por conta de DDoS. Uma vez que isso acontece, a chance de reincidência é de 80%.

A iniciativa do Google não abrange somente sites da grande imprensa. Jornalistas independentes que mantêm blogs também podem adotar o Shield.

“Muitas pessoas não têm dinheiro para ter uma proteção contra esse tipo de ataque. Por isso, lançamos o Shield de maneira gratuita em fevereiro deste ano”, segundo Conard.

Para usar o Shield em um site, não é preciso pagar nada. A solução pode ser adotada acessando a página do projeto e preenchendo um breve cadastro.

Confira o vídeo de divulgação do projecto Shield a seguir.

Atualização 17/10/2016 15h15 – O texto foi ajustado para esclarecer informações sobre o relatório da Cipher sobre ciberataques.