Planos pós-pagos de celular ficam mais caros neste ano

Aumento de valor das faturas mensais pode ser de até 20%

São Paulo – Se você já recebeu a fatura do seu plano de celular pós-pago, provavelmente notou que houve um aumento. Ele não é referente a um consumo acima do contratado, mas, sim, a uma decisão do Supremo Tribunal Federal.

As operadoras agora são obrigadas a recolher o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre o valor mensal dos planos pós-pagos. Segundo a Anatel, a Agência Nacional de Telecomunicações, o Brasil tem 77,3 milhões de linhas de celular pós-pagas.

A Vivo vai aumentar cerca de 5 reais no valor da fatura na maioria dos seus planos. Já na Claro, o acréscimo será de 7,85% em cada plano.

Ao site Gizmodo Brasil, a Oi informou que o aumento do ICMS foi definido pelos Estados individualmente e ele entra em vigor em janeiro no Distrito Federal, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Sergipe, Pernambuco, Tocantins, Alagoas, Rio Grande do Norte, Amapá, Ceará e Rio de Janeiro.

Ainda não há dados sobre o aumento nas faturas da TIM.

A medida do STF também afeta os preços de telefonia fixa, que pode subir até 13%. São 42 milhões de linhas desse tipo ativas no país.