Oi vende duas mil torres por R$ 1,5 bilhão

O pagamento será efetuado no dia da conclusão da transação, que deverá ocorrer "antes do final de março de 2014", após as costumeiras aprovações

A Oi comunicou em fato relevante nesta quarta-feira, 4, que as subsidiárias Telemar Norte Leste e BRT Serviços de Internet entraram em um acordo com a SBA Torres Brasil no valor de R$ 1,525 bilhão para a venda de 2.007 torres de telefonia móvel.

O pagamento será efetuado no dia da conclusão da transação, que deverá ocorrer “antes do final de março de 2014”, após as costumeiras aprovações.

A transação se dá pela transferência de ações representativas de 100% do capital social de uma sociedade (controlada pela Telemar e pela BRT) para a SBA Torres.

No fato relevante publicado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa diz que a transação “reforça e melhora a flexibilidade financeira da companhia, permitindo aumentar os vencimentos e maturidades da dívida, reduzir o custo associado ao financiamento e fortalecer a posição de liquidez da Oi”.

A operadora diz ainda que a transação tem como benefícios diretos a obtenção de recursos para o investimento em “negócios estratégicos” e a transferência para a SBA Torres da responsabilidade, de custos e investimentos na operação, manutenção e ampliação das torres.

A Oi declara ainda que, ao mesmo tempo, assegura a continuidade da prestação do serviço móvel pessoal (SMP), já que prevê o aluguel das torres em contrato de longo prazo, bem como estabelece condições para ampliação do espaço alugado.

A explicação é semelhante ao comunicado emitido pela Oi na semana passada, no qual anunciou contrato com a mesma SBA Torres para a cessão do direito de exploração e uso de 2.113 torres e as áreas nas quais estão localizadas pelo valor de R$ 686,725 milhões. Essa transação se refere à locação de torres e áreas para a prestação do serviço de telefone fixo comutado (STFC).