Nova TV da LG tem 3 milímetros e pode ser presa apenas com imãs

O truque por trás de uma televisão tão fina, no entanto, é que a parte lógica e de som do televisor foi transferida para uma caixa de som retangular

Sã Paulo – Nos últimos anos, a LG entrou numa cruzada para deixar as televisões cada vez mais finas – em 2017, a empresa parece ter chegado a um novo patamar nesse sentido.

Na quarta-feira, 4, a companhia sul-coreana apresentou em sua conferência de imprensa na CES 2017, transmitida via streaming pela internet, uma televisão cuja tela tem apenas 2,57 milímetros de espessura, pronta para ser pendurada na parede de qualquer sala de estar com auxílio de imãs.

Com duas versões – em telas de 65 e 77 polegadas -, a LG Signature OLED 4K W ainda não tem preço definido e deve chegar ao mercado norte-americano em fevereiro.

O truque por trás de uma televisão tão fina, no entanto, é que a parte lógica e de som do televisor foi transferida para uma caixa de som retangular, que deve ser colocada abaixo do aparelho – nela, será possível conectar cabos HDMI para outros dispositivos e claro, a tomada.

A conectividade entre a parte lógica e a tela do aparelho será feita por um cabo único, com configuração própria da LG. Os aparelhos, claro, terão suporte à tecnologia High Dynamic Range, novo padrão de cores utilizado em televisores para aumentar a diversidade entre cada tom específico.

Inteligência artificial

Mas não foi só de vídeo que se falou na conferência da LG em Las Vegas: a empresa também mostrou ao mundo sua nova linha de robôs, equipada com inteligência artificial própria.

Entre os destaques, três aparelhos: o Lawn Moving Robot, que poderá ser o seu jardineiro conectado, capaz de cortar a grama da entrada de casa, o Airbot, um assistente voltado para aeroportos que poderá ajudar passageiros a encontrar os portões certos.

Por fim, há o Hub Robot, uma central de casa conectada para comandar os eletrodomésticos da empresa que usa o sistema Alexa, da Amazon, como software para processar os pedidos dos usuários.

A interface externa, no entanto, é um pouco mais simpática que a voz do Amazon Echo: com uma pequena tela, o Hub Robot da LG tem uma carinha simpática, capaz de expressar emoções de forma rudimentar – com dois olhos e uma curva para a boca.

Por falar em Alexa, a LG também mostrou em Las Vegas sua nova linha de eletrodomésticos inteligentes – com destaque para sua nova geladeira equipada com a assistente pessoal da Amazon.

Segundo a sul-coreana, o sistema presente na geladeira será muito semelhante ao que é utilizado no Amazon Echo, sendo capaz, por exemplo, de dizer ao usuário se está faltando leite – em caso positivo, basta um comando de voz para encomendar mais alguns litros, entregues em casa pela Amazon.

Além disso, o assistente pessoal também poderá dizer ao usuário quantas calorias há em cada item dentro da geladeira.

O refrigerador também ganhou um aprimoramento interessante: além de mostrar ao usuário, por meio de um aplicativo de celular que conversa com a geladeira, o que está dentro do eletrodoméstico, uma nova função chamada Instaview pode ajudar o consumidor a descobrir itens que estão vencidos ou prestes a estragar dentro do eletrodoméstico.

Além disso, o aparelho também conta com uma tela de 29 polegadas, que pode ser usada para recados, receitas, pedidos ou até mesmo para mostrar vídeos e tocar músicas.

“A vida na cozinha será mais eficiente e divertida”, exclamou David VanderWall, vice-presidente de marketing da LG nos Estados Unidos, responsável pela apresentação.

A sul-coreana não revelou o preço da geladeira, parte de uma linha de eletrodomésticos que conta ainda com máquinas de lavar, aparelhos de ar-condicionado e um robô capaz de varrer a casa, todos equipados com inteligência artificial para aprender os costumes do usuário e ajudá-lo a poupar energia.

Equipado com sensores, o ar-condicionado, por exemplo, vai rastrear a movimentação dos habitantes da casa para otimizar sua performance e temperatura ao longo dos dias.