São Paulo - A ZTE promete voltar a crescer no mercado de celulares brasileiro em 2014. A fabricante chinesa está em fase final de escolha do parceiro que vai produzir no País os seus aparelhos, o que deve ser definido até dezembro. A produção local é considerada fundamental para reduzir custos e acelerar a entrega, atendendo aos prazos das operadoras.

O foco da ZTE será em smartphones, com previsão de lançamento de dois ou três modelos no Brasil em 2014. A meta da companhia é conquistar no mínimo 2% do mercado nacional de handsets no ano que vem, o que deve representar aproximadamente 1,2 milhão de unidades vendidas.

"Em 2012 tivemos um período difícil no Brasil. Tivemos que deixar passar um tempo. No mundo, hoje somos o quarto maior player em smartphones e queremos conquistar o terceiro lugar", comentou o presidente da ZTE para o Brasil, Li Qiuyang.

Roteadores

Paralelamente, a ZTE vem trabalhando o segmento de roteadores e dongles 3G/4G. A empresa fechou uma parceria com a Claro, para quem vai entregar 300 mil unidades este ano do seu roteador residencial 3G que oferece telefonia fixa e Internet Wi-Fi a partir da rede móvel. Em 2014, a ZTE venderá para a Claro 500 mil unidades entre roteadores residenciais, roteadores portáteis (de pequeno porte, para compartilhamento de acesso 3G) e dongles.

Tópicos: Celulares, Indústria eletroeletrônica, Smartphones, Tecnologias sem fio