São Paulo - O aplicativo de mensagens WhatsApp anunciou na última sexta-feira (26) que, até o final deste ano, deixará de funcionar nos celulares BlackBerry (incluindo o BlackBerry 10), Nokia S40, Nokia Symbian S60, além dos aparelhos que utilizarem os sistemas Android 2.1, Android 2.2 e Windows Phone 7.1.

Segundo post publicado no Blog do WhastApp, o objetivo da marca daqui em diante é focar em plataformas de celular que a maioria das pessoas têm.

A marca pontua que, quando o aplicativo foi lançado em 2009, 70% dos smartphones vendidos utilizavam sistemas da BlackBerry ou Nokia - diferente dos tempos atuais, nos quais o Google, Apple e Microsoft dominam esse ramo.

Pesquisas realizadas pela consultoria especializada IDC, por exemplo, mostram que Android e IOS foram responsáveis por 96% das vendas de smartphones no ano passado, enquanto Windows Phone e BlackBerry tiveram participações de 2,7% e 0,3%, respectivamente, no mercado.

Ainda de acordo com a publicação, os aparelhos citados não tem a "capacidade requerida" para as atualizações futuras do app.

A marca ainda sugere que os usuários troquem seus celulares por um aparelho Android, Apple ou Windows Phone mais atualizados até o fim do ano para continuar usando a plataforma.

Tópicos: Google, Android, Apps, Apps Android, BlackBerry, Empresas, Celulares, Indústria eletroeletrônica, Nokia, Empresas de tecnologia, Smartphones, WhatsApp, Windows Phone