São Paulo – A Vaio, fabricante de computadores que se desmembrou da Sony em 2014, irá se unir às divisões de PC das empresas Toshiba e Fujitsu. O acordo será anunciado até o final de março, afirma Hidemi Mouse, diretor executivo da Japan Industrial Partners Inc., um fundo de aquisição que controla a Vaio, em entrevista à Bloomberg News.

No início de fevereiro, a Toshiba insinuou que estava à procura de parcerias, após confimar que não estava considerando parar de fabricar computadores. Em dezembro de 2015, a companhia japonesa cortou 7.800 empregos após um escândalo contábil.

A fusão da Vaio, da Toshiba e da Fujitsu confirma a consolidação que está em processo na indústria de PCs. A queda nas vendas de computadores, devido à prevalência de smartphones e o amadurecimento da tecnologia dos PCs, que alongou seu ciclo de troca, provocou uma estagnação no mercado que dura anos. Agora, HP, Dell e Lenovo – as três maiores fabricantes do mercado – terão finalmente um adversário expressivo.

A Lenovo controlava 29% das vendas de PCs no Japão entre os meses de julho e setembro de 2015, de acordo com a International Data Corporation (IDC). Fujitsu e Toshiba seguiam com 17% e 12%, respectivamente. Já a Vaio não divulga seus números de vendas.

“O mercado de PCs está diminuindo, o que significa que há mérito em trabalhar em conjunto para aproveitar ao máximo a pesquisa, os volumes de produção e canais de comercialização”, disse Mouse.

Tópicos: Computadores, Empresas japonesas, Fujitsu, Empresas, Toshiba