São Paulo - A partir de maio, um drone será usado pela Tecnisa para filmar e fotografar o andamento mensal das obras de seus empreendimentos. Depois de registradas, as imagens serão compartilhadas com os compradores dos imóveis.

A ideia será aplicada na área de Relacionamento com o Cliente da construtora. Para ser posta em prática, foi adquirido um drone Phantom 2, da DJI. Com autonomia de vôo de 25 minutos, a aeronave de 1 quilo é capaz de atingir velocidades de até 54 km/h.

Acoplada ao drone, vai uma câmera GoPro Hero3+ - apta a fazer vídeos em 4K e fotos com resolução de 20 MP. Para testar a novidade, a Tecnisa fez imagens do Jardim das Perdizes, empreendimento da empresa na zona oeste de São Paulo lançado no ano passado.

O vídeo está disponível no YouTube:

Drones

Veículos aéreos não-tripulados, os chamados drones são uma tendência na área de tecnologia e têm sido usados para diversas finalidades.

Na última semana, a Polícia Federal prendeu um traficante carioca após ter usado uma aeronave do tipo durante as investigações. No caso, o drone filmou do alto a rotina do bandido durante um ano.

Já no carnaval, drones registraram no Rio a animação de blocos de rua - como o Cordão do Boitatá.

Tópicos: Construtoras, Drones, Tecnisa, Empresas, Construção civil e intermediação, Tendências, Vídeos