São Paulo -- Muitos anos depois de ter se afastado da Apple, Steve Wozniak continua sendo fã da empresa que fundou com Steve Jobs. Mais de uma vez ele foi visto na fila esperando alguma loja da Apple abrir para comprar um novo produto. Mas ele não vai fazer isso com os novos iPad Air e iPad mini Retina.

“Mandei um e-mail à minha esposa e disse: não quero um desses”, disse Wozniak na conferência Apps World, em Londres, como relata o site TechRadar. Ele contou que não havia visto a apresentação da Apple porque estava voando a caminho da Inglaterra.

Quando soube o que a Tim Cook e sua equipe haviam anunciado, ficou decepcionado. Para Woz, o fato de o novo iPad Air ser fininho e pesar apenas 470 gramas parece ter pouca importância.

O que ele gostaria de ter, mesmo, é um tablet com pelo menos 256 GB de capacidade. O iPad só chega até a metade disso. Woz explica por que precisa de tanta memória: “Não tenho banda larga em minha casa. Então, carrego todos os meus filmes e músicas no iPad”.

E por que um bilionário e pioneiro da tecnologia pessoal não teria banda larga em casa? “É por causa da incompetência da companhia telefônica”, diz. "Mas é a vida", conforma-se.

Woz ainda deu seu veredito sobre o novo iPad mini com tela Retina, também anunciado ontem. Para ele, o tablet de 7,9 polegadas da Apple é “um pouquinho grande demais”. Talvez ele prefira um Nexus 7 ou um Galaxy Tab.

Tópicos: Apple, Empresas, Tecnologia da informação, Empresas americanas, Empresas de tecnologia, iPad, Tablets, iPhone e iPad, iPad Air, iPad mini, Steve Wozniak