Washington - A companhia aeroespacial privada americana SpaceX pôs em órbita, com sucesso, nesta sexta-feira o satélite de comunicações de Luxemburgo, SES-9, mas falhou em sua tentativa de conseguir fazer com que o foguete aterrissasse sobre uma plataforma marítima.

Às 18h35 locais (20h35 de Brasília) desta sexta-feira, o SES-9 entrou em órbita após ter sido lançado por um foguete da SpaceX em Cabo Canaveral, na Flórida, Estados Unidos, mas o retorno da cápsula à Terra não foi bem-sucedido, como reportou no Twitter o próprio executivo-chefe da companhia, Elon Musk.

Apesar de o objetivo principal da operação de hoje ter sido o lançamento do satélite, a empresa já tinha alertado sobre as dificuldades que teria para conseguir a aterrissagem desejada sobre a plataforma marítima, e o retorno da cápsula à Terra foi acompanhado de grande expectativa.

Se a operação tivesse sido concluída com sucesso, o retorno do foguete seria a primeira aterrissagem de uma cápsula sobre uma plataforma marítima.

A SpaceX já tinha conseguido realizar anteriormente a aterrissagem de uma cápsula sobre uma plataforma estável em terra, mas, no caso de hoje, as características da operação forçaram o pouso a ser realizado no mar, e as ondulações marítimas dificultaram enormemente a missão. 

Tópicos: Elon Musk, Foguetes, Ciência, Satélites