São Paulo – A Samsung foi multada em 340 mil dólares por conta de uma duvidosa estratégia de marketing descoberta por autoridades taiwanesas no início do ano: a empresa contratava estudantes que postavam críticas falsas e comentários negativos sobre dispositivos concorrentes.

Segundo o documento divulgado pela agência reguladora da concorrência do país, as alegações de que a Samsung estava envolvida em tal prática se mostraram verdadeiras. A agência reconheceu, contudo, que a empresa estava indiretamente ligada aos fatos, uma vez que a estratégia era executada por terceirizadas.

Na época, lembrou o site The Verge, quem se colocou no papel de vítima da história foi a HTC. Contudo, a agência não pontuou nominalmente as empresas a quem a Samsung direcionava o esquema e encontrou indícios de outras atividades similares.

De acordo com a agência, além de contratar pessoas para detonar a concorrência, a Samsung também pagava para que elas bombardeassem reviews negativas sobre seus produtos e que deixassem sempre comentários positivos. As terceirizadas também foram penalizadas.

Sempre bom ter em mente que esta prática, que recebe o nome de “astroturfing”, está se tornando cada vez mais comum e não é reservada apenas à Samsung. Em setembro, nos Estados Unidos, autoridades do Estado de Nova York multaram as empresas especializadas neste tipo de “serviço”. 

Tópicos: HTC, Empresas de tecnologia, Empresas, Samsung, Indústria eletroeletrônica, Empresas coreanas, Taiwan, Ásia