São Paulo –  A Samsung apresentou hoje (21) o seu novo smartphone topo de linha chamado Galaxy S7. O produto chega em duas versões, S7 e S7 edge, que têm tamanhos diferentes, mas ambas contam com telas que permanecem sempre ativas para que o usuário veja horário e notificações.

O recurso tira proveito da tecnologia Super Amoled da Samsung, que utiliza materiais orgânicos para dar luz própria aos pixels quando estimulados por uma corrente elétrica, dispensando a retroiluminação LED dos paineis LCD mais comuns. 

Em termos práticos, isso melhora a taxa de contraste das imagens e, mais importante, reduz o consumo de bateria – o que permite que o display permaneça ligado sem gastar muita energia.

O recurso já foi implementado pela Microsoft em alguns integrantes premium da linha Lumia, como os modelos 830 e 930, que também têm telas Amoled. Hoje, em uma conferência mais cedo, a LG apresentou o seu smartphone G5, que tem o mesmo recurso – mas o principal diferencial do produto é o fato de ser modular.

A Samsung informou que os dois modelos da linha Galaxy S7 chegarão ao mercado em meados de março. Ainda não se sabe se o Brasil está entre os primeiros países a receber os produtos.

Todos os detalhes sobre os novos integrantes da sétima geração da linha Galaxy S foram revelados pela Samsung hoje, durante uma conferência que antecede a abertura da feira de tecnologia móvel de Barcelona, a Mobile World Congress, que acontece de 22 a 25 de fevereiro. O evento foi transmitido pela internet e atingiu picos de 500 mil internautas assistindo simultaneamente. 

O vídeo de divulgação, que poderá ser conferido abaixo, foi exibido para a plateia da conferência em realidade virtual. Para isso, a Samsung disponibilizou exemplares do seu headset Gear VR, que foi feito em parceria com a Oculus VR. 

Confira o vídeo de  apresentação dos novos Galaxys. A reportagem continua na sequência.

Antigos recursos de volta

A fabricante sul-coreana trouxe de volta à sétima geração da linha Galaxy S dois recursos que abandonou em 2015: suporte para cartões microSD e resistência à água.

Os aparelhos contam com a certificação IP68, o que lhes conferem proteção contra submersão a 1 metro de profundidade ao longo de até 30 minutos e também contra a entrada de poeira.

Os cartões microSD, unidades de armazenamento que permitem expandir o espaço para guardar arquivos, podem ter capacidade de até 200 GB para funcionar nos novos Galaxy.

Acesso rápido

A dupla de smartphones da Samsung vem com o sistema Android Marshmallow e a personalização de interface chamada Touchwiz. Em sua nova edição, ela conta com um recurso chamado Quick Access (Acesso Rápido, em português). 

Reprodução/Samsung/EXAME.com

Galaxy S7, detalhe do recurso acesso ráido

Galaxy S7: aparelho tem recurso para facilitar uso com só uma das mãos

A novidade permite interagir com os aparelhos de maneira mais fácil quando você tiver somente uma das mãos livre. Para acessar essa nova barra de apps, basta deslizar o dedo na tela, indo da direita para a esquerda.

Dois modelos

A configuração de hardware dos aparelhos é a mais premium entre os produtos da Samsung. O Galaxy S7 tem tela de 5,1 polegadas com resolução Quad HD (2560 por 1440 pixels), enquanto o S7 edge tem display de 5,5 polegadas com a mesma resolução. O primeiro conta com bateria de 3.000 mAh e o segundo, com uma de 3.600 mAh. 

Reprodução/Samsung/EXAME.com

Smartphones S7 e S7 edge

Galaxy S7 e S7 edge: aparelhos têm tamanhos de tela diferentes

As demais características dos produtos são iguais. A memória RAM tem 4 GB, o processador pode ser octa-core (2.3GHz Quad + 1.6GHz Quad) ou quad-core (2.15GHz Dual + 1.6GHz Dual), dependendo do mercado, há modelos com 32 e 64 GB de armazenamento interno e todos têm suporte para cartões microSD de até 200 GB. 

Os novos aparelhos são 30% mais potentes do que a geração passada e 60% melhores no processamento gráfico. Além disso, a Samsung promete que a dupla de Galaxy S7 tem um novo sistema de resfriamento, o que deve evitar que eles esquentem durante o uso.

Fotos

Durante a prototipagem do Galaxy S7, os executivos da Samsung se fizeram uma pergunta: “O que seria necessário para tirar boas fotos à noite?” Isso levou à criação de uma nova tecnologia de captura de imagens chamada Dual Pixel, que está presente no Galaxy S7.

Os aparelhos têm a maior abertura entre os smartphones da marca, com F1.7. Fora isso, a empresa informa que os pixels registrados agora são maiores, sendo 30% mais amplos do que no iPhone 6S Plus.

A empresa chegou a mostrar uma comparação de fotografias que teriam sido tiradas com os dois aparelhos concorrentes.

Reprodução/Samsung/EXAME.com

Fotos tiradas com Galaxy S7 e iPhone 6s Plus

Fotos: Samsung comparou foto do S7 com uma tirada com um iPhone 6s Plus

Além disso, há um novo modo de fotografia pré-definido nos novos Galaxys. Ele é chamado Motion Panorama e traz movimento para tradicionais fotos panorâmicas, dando ao usuário uma experiência visual imersiva.

Um último detalhe sobre as câmeras: a principal registra imagens com menos megapixels do que o S6. São 12 MP na câmera traseira e 5 MP na frontal, enquanto o conjunto de câmeras do antecessor era composto por sensores de 16 MP e 5 MP. Agora, porém, a parte traseira do smartphone é mais lisa, já que a câmera principal é menos protuberante.

Reprodução/Samsung/EXAME.com

Smartphone Galaxy S7

Galaxy S7: câmera agora é menos protuberante

Gear 360

Além dos dois novos smartphones, a Samsung apresentou a Gear 360, uma câmera que filma em 360 graus. O produto tem lentes fisheye duplas, que capturam imagens com 15 MP (ou seja, gerando fotos de até 30 MP). A Samsung diz que as filmagens podem ser feitas até mesmo em ambientes pouco iluminados, por conta da abertura F/2.0 das lentes.  A resolução máxima de um vídeo feito com a Gear 360 é de 3.840 por 1.920 pixels (4K).

Divulgação/Samsung

Gear VR, Galaxy S7 e Gear 360, da Samsung

Vídeos: câmera Gear 360 filma em 360 graus

"Seguindo o lançamento do Gear VR no ano passado, a Gear 360 inova em termos de conteúdo envolvente, oferecendo uma experiência visual que faz com que a captura e o compartilhamento de momentos da vida sejam ainda mais fáceis", disse, em nota, DJ Koh, presidente da área de comunicações móveis da Samsung Electronics.

Tópicos: Google, Android, Celulares, Indústria eletroeletrônica, Mobile World Congress, Empresas, Samsung, Empresas coreanas, Empresas de tecnologia, Smartphones