São Paulo — Quase dois terços dos executivos brasileiros consideram o tablet uma ferramenta útil nos negócios. Foi o que constatou a empresa de recursos humanos Robert Half numa pesquisa feita com 290 profissionais que atuam no Brasil.

Na pesquisa, foram entrevistados presidentes, diretores e gerentes de empresas de vários ramos. Foi feita uma única pergunta a eles: "Você acha que o uso de tablets no dia a dia das empresas pode interferir positivamente nos negócios?" Apenas 13% dos participantes responderam "não". 63% disseram "sim", enquanto 24% declararam não saber a resposta.

Por causa do tamanho reduzido da amostra, a pesquisa da Robert Half dá uma ideia apenas aproximada do que pensam os profissionais. Mesmo assim, é mais uma indicação de que o iPad e seus rivais com o sistema Android, do Google, já deixaram de ser vistos apenas como brinquedinhos tecnológicos. 

Essa tendência deve ser acentuar, neste ano, com a chegada de tablets voltados especificamente para uso profissional. Entre os fabricantes que já apresentaram produtos com essa característica estão Dell, Lenovo, Fujitsu e Blackberry.

Tópicos: Google, Android, Apple, iPad, Tablets, iPhone e iPad