Aguarde...

Internet | 20/05/2012 09:05

Paquistão bloqueia Twitter por concurso de caricaturas de Maomé

No passado, as autoridades paquistanesas já haviam aplicado bloqueios temporários a outras redes sociais, como Facebook e YouTube, por razões similares

Getty Images

Twitter, tela de laptop

Islamabad, 20 mai (EFE).- O Twitter foi bloqueado neste domingo no Paquistão pelas autoridades para impedir a divulgação de caricaturas de Maomé, informa a imprensa local.

A Autoridade de Telecomunicações do Paquistão (PTA) tomou a medida devido à existência de 'conteúdos blasfemos e incendiários' no microblog, coincidindo com a promoção de um concurso de caricaturas do profeta do islã, indica a emissora televisiva 'Dawn TV'.

'Acabamos de notificar a orientação aos provedores de serviços. Não posso dizer por quanto tempo o site ficará bloqueado', disse o chefe da PTA, Muhammad Yaseen, ao jornal online 'Express Tribune'.

De acordo com a versão de Yaseen, o Paquistão pediu aos administradores do Twitter que colocassem fim a uma discussão sobre o profeta Maomé considerada insultante pelas autoridades de Islamabad. 'Mas o Twitter rejeitou nosso pedido', disse o funcionário.

Segundo relatou ao 'Express Tribune' o presidente da Associação de Provedores de Serviços da Internet (Ispak), Wahajuz Siraf, a autoridade tecnológica bloqueou o acesso à rede social diretamente no link, antes de notificar a medida aos provedores.

No passado, as autoridades paquistanesas já haviam aplicado bloqueios temporários a outras redes sociais, como Facebook e YouTube, por razões similares. EFE

Comentários  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados