São Paulo - Edward Snowden, analista de sistemas que revelou ao mundo um esquema mundial de espionagem promovido pela agência americana NSA, certamente entende de segurança online.

Em um mundo onde cada passo nosso é registrado na internet (cada busca no Google, cada clique, cada site acessado ou compra feita), tomar algumas atitudes para garantir um pouco de privacidade se faz necessário.

Também, garantir a segurança de senhas e acessos, dificultando possíveis invasões nas contas e dados privados.

Em uma recente entrevista ao site The Intercept, Snowden deu algumas dicas de como tomar ações fáceis e rápidas e aumentar de maneira significativa sua privacidade.

Confira as cinco dicas:

1.

Snowden recomenda o uso do app Signal (disponível para iOS e Android), que encripta as mensagens e ligações do seu smartphone. Assim, ela não pode ser rastreada e copiada. Mas é necessário que a pessoa com a qual você está falando também tenha o Signal instalado.

2.

Outra ação é a de habilitar funções de dupla verificação de suas contas. Ou seja, o programa pediria a sua senha, mas também um dispositivo físico, como um smartphone, para obter o segundo código de acesso. Com isso, fica bem mais difícil de alguém invadir suas contas.

3.

Use programas que gerenciam todas as suas senhas, como o KeePassX. Ele garante que você usará senhas diferentes para cada conta. Nada mais inseguro que usar a mesma senha para vários serviços e contas.

4.

Baixe e use o Tor, um sistema que permite navegar pela internet de forma segura e anônima. Seus dados não são rastreados e armazenados. Com o programa, seu tráfego se espalha por todo o mundo, mascarando sua real localização e identidade.

5.

Use AdBlockers, programas que irão barrar os anúncios online durante sua navegação.

Tópicos: Edward Snowden, Internet, Privacidade, Segurança digital