São Paulo – Novos gadgets em busca de financiamento na rede KickStarter prometem revolucionar a vida dos aventureiros: usando apenas o fogo, são capazes de recarregar dispositivos eletrônicos, como iPhone, por exemplo.

Um deles é o PowerPot, uma espécie de panela que conta com um gerador termoelétrico e produz energia quando seu dono a enche com água fria e a coloca sobre uma fonte de calor, como um fogão, por exemplo.

A diferença de temperatura entre a panela e o fogo é a responsável por gerar a energia que será então transmitida ao dispositivo, que estará ligado ao gadget via porta USB.

A boa notícia é que é possível usá-la para cozinhar o jantar da noite enquanto se carrega o aparelho desejado. Atualmente, o PowerPot está disponível em duas versões: uma que gera até 5 watts (W) de eletricidade e outra mais potente, capaz de produzir até 10 W.

O site Business Insider testou o dispositivo e constatou que ele funciona muito bem. De acordo com a crítica do veículo, recarregar um smartphone via PowerPot é até duas vezes mais rápido que através de um cabo USB conectado a um computador. “O PowerPot é perfeito para quem gosta de acampar ou para quem quer apenas ter acesso fácil à eletricidade independente das circunstâncias.”

À venda no KickStarter, o PowerPot pode ser adquirido por 125 dólares em sua versão do capaz de gerar até 5 W. Já o modelo que consegue produzir 10 W de energia custa 199 dólares.

O outro dispositivo, mais compacto, mas menos poderoso que o PowerPot , é o FlameStower. Assim como seu concorrente maior, este gadget conta com um gerador termoelétrico para a produção de energia e repassa a carga para o dispositivo também via cabo USB. Uma diferença está na sua capacidade de produção, que é de apenas 3 W. No KickStarter, o FlameStower custa a partir de 70 dólares.

África

Apesar de ambos gadgets terem sido desenvolvidos com o objetivo de facilitar a vida de quem gosta de acampar, também desejam prestar um serviço social. Os fundadores do PowerPot, por exemplo, oferecem no KickStarter uma opção para quem desejar doar uma unidade do gadget para pessoas em países em desenvolvimento que não contam com fácil acesso à energia elétrica. O valor mínimo é de 99 dólares.

Já a equipe do FlameStower irá ajudar o engenheiro queniano Alex Odundo. A ideia é auxiliá-lo no desenvolvimento de versões ainda mais baratas deste pequeno gerador de energia e que serão então vendidas em países carentes. As doações para este projeto começam em 100 dólares. 

O vídeo abaixo, em inglês e sem legendas, mostra o PowerPot em ação. Confira.

Tópicos: Crowdsourcing, Gadgets, Indústria eletroeletrônica, Ideias, Inovação, iPhone, Smartphones, Celulares, iPhone e iPad, Pesquisa e desenvolvimento, Tecnologia