São Paulo – A Nasa foi capaz de observar uma nova galáxia se formando. Ela nasceu a partir da colisão de duas galáxias diferentes. Ela é chamada NGC 6052 e fica bem longa da Terra—são 230 milhões de anos-luz de distância.

As imagens foram captadas por uma câmera a bordo do telescópio espacial Hubble. A NGC 6052 faz parte da constelação Hercules.

“Duas diferentes galáxias foram gradualmente puxadas, atraídas pela gravidade e colidiram. Agora vemos as galáxias formando uma única estrutura”, escreveu a Nasa em seu site.

A agência espacial explica o processo. “À medida que o processo continua, estrelas individuais são jogadas para fora de suas órbitas originais e colocadas em caminhos completamente novos, alguns bem longe das regiões onde estavam antes da colisão.”

O texto explica que isso cria um novo desenho, uma vez que o formato de uma galáxia é formado pelo reflexo de luz nos corpos celestes. “Eventualmente, essa nova galáxia irá se ajeitar em um formato estável, que pode não ter qualquer semelhança com as formas das duas galáxias originais”, diz o texto.

A imagem que abre este texto mostra o arranjo que foi capturado pela câmera do telescópio Hubble. No site da Nasa, você pode baixar a imagem para usar de papel de parede no seu computador.

O site Vox relembra que isso pode ser uma amostra do que provavelmente acontecerá com a Via Láctea—galáxia na qual o planeta Terra está. De acordo com previsões, dentro de aproximadamente quatro bilhões de anos, a Via Láctea deve se encontrar com a galáxia Andrômeda.

Para os preocupados, é muito improvável que a humanidade ainda exista até lá. Outras mudanças podem tornar nosso planeta inabitável.

De qualquer maneira, cientistas da Nasa já fizeram um exercício criativo. Eles imaginaram como esse encontro mudaria o céu de um planeta fora da nossa galáxia. O resultado é a imagem abaixo.

Nasa

Simulação do encontro entre a Via Láctea e a galáxia Andrômeda

Tópicos: Ciência, Espaço, Brinquedos, Empresas, Estrela, Brinquedos e jogos, Nasa, Telescópios