Uma motorista recebeu uma multa inusitada na Califórnia. Cecilia Abadie foi autuada pela Polícia Rodoviária local por utilizar objeto que cause distração ao volante. Mas ela não estava falando ao celular nem digitando uma mensagem de texto, e sim usando um Google Glass.

O novo gadget ultra-moderno do Google é um óculos que permite visualizar e interagir com conteúdo em realidade aumentada, além de tirar fotos, enviar mensagens instantâneas e realizar videoconferência, inclusive por comandos de voz. Segundo o policial que autuou a motorista, o Google Glass estava tirando sua atenção da estrada.

Além de ser multada por distração ao volante, Cecilia também ultrapassou o limite de velocidade da via, embora não se sabe se ela estava com o tal óculos no momento desta segunda infração ou se o policial decidiu pará-la para fazer a autuação.

A notícia teve repercussão negativa entre os fãs da tecnologia, que afirmam que o Google Glass (e a tecnologia como um todo) não representa uma distração ao condutor, já que ele pode até orientá-lo no percurso sem que o motorista precise tirar os olhos da estrada para visualizar as instruções em uma tela de GPS, por exemplo.

Atualmente, o Google Glass se encontra em fase de testes. O fato de a sede do Google ficar justamente na Califórnia pode explicar o fato de Abadie ter acesso ao gadget, que será lançado somente apenas em 2014.

Tópicos: Gadgets, Indústria eletroeletrônica, Google Glass, Irregularidades, Tecnologia