Viver com outra pessoa e ter um filho não muda só a forma de encarar o relacionamento. Um estudo realizado por cientistas da Universidade Católica de Lovaina, na Bélgica, afirma que o corpo também sofre grandes transformações quando a vida a dois passa a ser a três.

A pesquisa, que analisou o sistema imunológico de 670 belgas, constatou que casais que tiveram um filho e moram juntos possuem um sistema imunológico 50% mais parecido do que as demais pessoas.

Ou seja, eles têm os mesmos tipos de células imunológicas, e possuem resistência às mesmas doenças.

Esse igualamento do sistema imunológico é causado pelo bebê. "Não é particularmente bonito de se imaginar, mas a forma mais fácil de transmitir bacterias intestinais é via fecal-oral - e ambos os pais podem estar trocando a fralda do bebê", conta Liston.

Além disso, os cientistas afirmam que apenas 25% do nossos sistema imunológico depende do nosso DNA, o resto vem de fatores externos, como as já citadas bactérias, a alimentação, estresse, e até mesmo privação de sono.

Dessa forma, o corpo do casal vai se adaptando conforme vai passando pelas mesmas situações juntos.

Tópicos: Bélgica, Europa, Países ricos, Crianças, Pesquisas