A Microsoft Corp. se uniu à Code.org, que oferece ferramentas de programação gratuitas para crianças, para levar seu jogo de computador mais vendido, o Minecraft, aos populares tutoriais Hour of Code da entidade sem fins lucrativos.

As crianças poderão acessar o site da Code.org e encontrar um tutorial com 14 níveis do Minecraft, incluindo um tabuleiro livre para jogar, disse Deirdre Quarnstrom, diretor de educação com Minecraft na Microsoft, que é a maior apoiadora financeira da Code.org.

O acordo é o segundo deste mês do grupo educacional de ciência da computação, que somou a franquia Star Wars à sua linha na semana passada.

O Minecraft, que a Microsoft adquiriu por meio da compra de US$ 2,5 bilhões da empresa de software Mojang AB em 2014, coloca os usuários dentro de um vasto cenário 3-D pixelizado e permite que eles construam com blocos feitos de diferentes recursos.

A Code.org foi criada em 2013 para tornar o ensino de ciências da computação disponível para mais crianças com o objetivo de aumentar a participação de mulheres e estudantes não brancos no setor.

Mais de 100 milhões de estudantes testaram o Hour of Code, que utiliza programas de entretenimento populares como o Flappy Bird e o jogo do filme “Frozen” em seus tutoriais e busca convencer as escolas a participarem da Semana de Educação de Ciências da Computação, que neste ano será realizada de 7 a 13 de dezembro.

A organização sem fins lucrativos fundada pelo ex-executivo da Microsoft Hadi Partovi e por seu irmão, Ali, também oferece treinamento gratuito para professores e um currículo de ciências da computação.

A adição do Minecraft era o que os estudantes e os pais mais pediam, disse Hadi Partovi, inclusive quando ele visitou as salas de aula durante o Hour of Code do ano passado.

“Eu recebi uma série de cartões de agradecimento em uma sala de aula e quando olhei, vi que a maioria deles na verdade não eram cartões de agradecimento, eram pedidos do Minecraft”, disse ele.

A natureza aberta do jogo Minecraft ajudará a ensinar aos estudantes habilidades de programação que foram difíceis de demonstrar com as lições anteriores, que envolviam guiar um personagem através de uma paisagem fixa.

Neste caso, os estudantes podem aprender a usar as declarações condicionais “se, então”, como por exemplo, se há lava quente, não pise, que são importantes em programação, disse Partovi.

Tópicos: Microsoft, Empresas, Tecnologia da informação, Empresas americanas, Empresas de tecnologia, Serviços de informática, Serviços, Tecnologia