O lance é o seguinte: manga pode prolongar o barato de um baseado. Pelo menos é o que diz um artigo publicado na última terça-feira em um site americano. O artigo conta que uma substância encontrada na manga, chamada, mirceno, pode ajudar a tornar o efeito do tetra hidro cabaninol, o THC, a se tornar mais prolongado e até mais intenso. Diz o artigo:

"O mirceno é responsável pelo aroma do damasco, nogueira, algumas espécies de laranja e é amplamente usado na indústria do perfume. Também é encontrada no capim-limão, na verbena e no lúpulo. O seu arome pode lembrar o da cannabis, bem como pode ser amadeirado, cítrico e frutado.

Mas uma de suas qualidades menos conhecidas é que o mirceno permite que o THC passe pela barreira do sangue cerebral muito mais rápido. Na média, leva sete segundos para o THC atingir o cérebro, após a inalação. Mas se você comer uma manga 90 minutos antes de fumar, você pode, potencialmente, reduzir este tempo pela metade".

Segundo apurado pelo site Dangerous Minds, "o mirceno é definitivamente sinérgico com o THC. A má notícia é que quando ingerido via oral, o mirceno não atinge a corrente sanguínea tão facilmente, uma vez que não é facilmente absorvido pelo intestino e não sobrevive ao fígado".

Mas, segundo a mesma reportagem, é possível conseguir absorver com sucesso o mirceno se deixá-lo em contato com a mucosa de algumas partes do corpo. Ou seja, se você tiver sempre por perto um pedaço de manga para colocar embaixo da língua... Resolvido.

(via)

(De Cauê Marques)

Tópicos: Alimentos, Trigo, Drogas, INFO, Maconha